MENU

Prefeitura de SP já tem mais de 5 mil árvores mapeadas

Prefeitura de SP já tem mais de 5 mil árvores mapeadas

Atualizado: Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 as 8:17

A Prefeitura de São Paulo já cadastrou cerca de 5,2 mil árvores em 80 ruas da cidade dentro do programa Identidade Verde, que visa mapear a situação das árvores no município. Técnicos estão percorrendo as vias para diagnosticar a saúde das árvores e decidir sobre as intervenções necessárias.

“São analisados quase 70 itens - desde a situação em que se encontra em relação à calçada, interferência na sinalização, poste, rede elétrica e condições de fitosanidade também, tronco, copa, raízes, diagnóstico completo”, diz a coordenadora de Áreas Verdes, Cintia Guimarães Bianchi. “Você passa numa árvore, vê que necessita de intervenção, interferência, uma poda. Ou até mesmo que apresente risco e precise de remoção você faz, executa serviço prevenindo qualquer fatalidade. Todas serão substituídas. Pode ser que algumas não sejam no mesmo local, mas haverá acréscimo de árvores de quase 50%.”

O projeto está mais adiantado no distrito da Lapa, entre as avenidas Sumaré e Turiassu e nas ruas Diana e Piracuama. Em Perdizes, árvores que antes estavam coladas a muros e levantando a calçada foram cortadas rente ao chão.

A Prefeitura abriu espaços e colocou grama junto às arvores já analisadas. São dois metros quadrados para as menores e três para as maiores. Algumas foram literalmente libertadas de um quadradinho impossível e ganharam três vezes mais respiro.

Árvores maltratadas, deformadas e plantadas no lugar errado ficam doentes com mais facilidade. Há uma semana, uma gigantesca tipuana caiu sobre um carro no Morumbi. A árvore nativa da Bolívia é de grande porte e tem madeira frágil, muito suscetível a cupins. Quando o tronco ficou exposto se viu que estava oco por dentro. Um enorme susto que podia ter sido evitado com prevenção e diagnóstico.

Tipuanas são muito comuns na cidade desde o plantio em massa há 60 anos, na época do início dos loteamentos. Mas a maioria está deformada por podas malfeitas.

Mas há raros casos em que os síndicos já preveem um espaço correto e permeável para o paisagismo. E casos em que o serviço é feito particularmente, quando há demora do poder público em fazer o replantio.

O levantamento deve ser intensificado nos bairros de Freguesia do Ó, Vila Prudente, Cidade Tiradentes e Santana. “Continuamos fazendo o levantamento. É um trabalho contínuo, termina uma rua, passa para outra e assim sucessivamente até cobrir toda a subprefeitura”, afirma Cintia.    

veja também