MENU

Prefeitura diminui velocidade máxima de avenidas em SP

Prefeitura diminui velocidade máxima de avenidas em SP

Atualizado: Segunda-feira, 23 Maio de 2011 as 8:08

Placa na Avenida Jornalista Roberto Marinho, que também terá velocidade alterada (Foto: Clara Velasco/G1)

  As avenidas Pacaembu e Doutor Abraão Ribeiro, na Zona Oeste de São Paulo, e a Avenida Jornalista Roberto Marinho, na Zona Sul, terão a velocidade máxima diminuída de 70 km/h para 60 km/h a partir desta segunda-feira (23). Placas instaladas ao longo das vias com o novo limite já haviam sido instaladas na semana passada pela Prefeitura.

Com a mudança nas avenidas da região oeste, o limite do corredor formado também pelas avenidas Braz Leme, Rudge, Rio Branco e pelo Viaduto Engenheiro Orlando Murgel e a Ponte da Casa Verde será uniformizado em 60 km/h.     Desde o ano passado, diversas ruas e avenidas tiveram suas velocidades máximas permitidas diminuídas. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a mudança em alguns corredores já surtiu efeito em relação ao número de acidentes.

A mudança do limite de velocidade de 80 km/h para 70 km/h no Corredor Norte-Sul, formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, em São Paulo, fez com que o número de acidentes caísse 28%, segundo levantamento obtido pelo G1 .

De fevereiro de 2010, mês em que as mudanças ocorreram nas avenidas 23 de Maio e Rubem Berta, até janeiro deste ano, foram registrados 1.215 acidentes. O número é menor em relação ao mesmo período entre 2009 e 2010, quando ocorreram 1.687 acidentes.

Em 1º de abril deste ano, outro corredor teve velocidade máxima padronizada, mas desta vez de 70 km/h para 60 km/h: a Ligação Leste-Oeste, formada pelas avenidas Francisco Matarazzo, Alcântara Machado, Conde de Frontin, Antonio Estevão de Carvalho e José Pinheiro Borges, além das ruas Melo Freire e Doutor Luiz Ayres, o Elevado Costa e Silva e o Viaduto Radial Leste.

No primeiro mês após a mudança, 182 acidentes foram registrados – contra 215 em abril do ano passado –diminuição de 15,3%. Também houve queda no número de ocorrências no Eixo Norte, formado pelas avenidas Luiz Dumont Villares, General Ataliba Leonel, General Pedro Leon Schneider, Santos Dumont, Tiradentes, Prestes Maia e o Túnel Anhangabaú.

Este corredor teve tráfego padronizado em 60 km/h em abril. De acordo com a CET, entre a segunda quinzena de abril de 2010 até 12 de maio do mesmo ano ocorreram 76 acidentes. No mesmo período de 2011 houve registros de 65 acidentes –queda de 14,5%.          

veja também