Prefeitura do Rio diz que vai demitir envolvidos em fraude em depósito

Prefeitura do Rio diz que vai demitir envolvidos em fraude em depósito

Atualizado: Quinta-feira, 7 Julho de 2011 as 2:10

Os funcionários da prefeitura do Rio que são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha especializada em liberar veículos rebocados de depósitos púlbicos serão demitidos. A informação é da Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop), que divulgou nota sobre o caso na manhã desta quinta-feira (7) após uma operação policial que prendeu 19 pessoas. Leia ao fim desta matéria a íntegra da nota. Ainda segundo a Secretaria, será aberta uma sindicância "para apurar as irregularidades e responsabilidades" no caso.

A operação

A operação, que teve início nesta madrugada, é da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA). Cem policiais participaram da ação, que apreendeu também diversos documentos.

De acordo com a polícia, um grupo de despachantes promovia a retirada de forma fraudulenta de veículos apreendidos em depósitos públicos municipais administrados por uma empresa privada, localizada no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

De acordo com o delegado da DRFA Márcio Mendonça, os veículos são recolhidos regularmente em ações da prefeitura por infrações ao Código Brasileiro de Trânsito ou por débitos de impostos como o IPVA. A quadrilha autorizava a retirada dos automóveis sem que os proprietários precisassem efetuar o pagamento de débitos efetivamente devidos.

Segundo a polícia, a quadrilha age dentro dos depósitos de veículos da prefeitura, que recebem os carros rebocados.

Veja a íntegra da nota da Prefeitura do Rio:

“A Secretaria Especial da Ordem Pública (SEOP) informa que serão demitidos todos os envolvidos em fraude para liberação de veículos dos depósitos da Prefeitura, administrados pela Locanty, empresa terceirizada que venceu licitação para administrar reboques e depósitos. A Seop vai abrir uma sindicância contra a Locanty para apurar as irregularidades e responsabilidades, podendo inclusive romper o contrato da empresa com a Prefeitura.

A Seop reafirma sua parceria com a Polícia Civil em investigações como essa que culminaram na prisão dos envolvidos e informa que tem aprimorado seus serviços para agilizar a retirada dos veículos rebocados de seus depósitos, entre eles a retirada do "nada consta" do Detran dentro do próprio depósito. A Seop continuará atuando firmemente para reprimir toda e qualquer irregularidade nos serviços prestados à população".        

veja também