MENU

Prefeitura oferece atendimento médico e psicológico a gestantes

Prefeitura oferece atendimento médico e psicológico a gestantes

Atualizado: Quarta-feira, 23 Junho de 2010 as 9:24

Gestantes que moram no Rio de Janeiro podem buscar atendimento em postos de saúde e clínicas da famílias espalhadas por toda a cidade, segundo a Secretaria municipal de Saúde. Para realizar o pré-natal, a grávida deve procurar a unidade de saúde mais próxima e apresentar documento de identificação.

Durante o acompanhamento, a gestante realiza todos os exames necessários e participa de grupos educativos, onde recebe orientações sobre planejamento familiar, aleitamento, cuidados com o bebê, saúde da mulher, alimentação, atividade física e outros.

As unidades também contam com equipes multiprofissionais com médicos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos e, se houver necessidade, a gestante é encaminhada para acompanhamento psicológico.

“Cegonha Carioca”

Além disso, a prefeitura também oferece o programa Cegonha Carioca que garante segurança na assistência ao parto, disponibilizando vaga e ambulância para transporte até a maternidade onde ela terá seu bebê. As gestantes podem conhecer as maternidades a partir do 3º trimestre de gestação.

Segundo a Secretaria municipal de Saúde, as grávidas agendarão o dia melhor durante o seu pré-natal e serão recebidas por uma equipe que prestará todos os esclarecimentos. Após o parto, a mãe recebe uma pasta que possui informações sobre os cuidados com o bebê e com a própria mãe, além de dicas sobre o aleitamento materno e calendário de vacinação.

As interessadas podem obter o endereço da unidade de saúde mais próxima através do site oficial da prefeitura do Rio ou no telefone 3523-4025, que funciona 24 horas.

Orientações

De acordo com o Ministério da saúde, se a mulher desconfia que está grávida, ela deve procurar a unidade de saúde mais próxima para confirmar a gravidez e iniciar o seu acompanhamento de saúde. O pré-natal pode assegurar uma gestação saudável e um parto seguro. A mulher tem direito a fazer pelo menos seis consultas durante toda a gravidez.

A grávida tem direito ao Cartão da Gestante. Segundo o Ministério da Saúde, esse cartão deve conter todas as anotações sobre o estado de saúde da mulher, o desenvolvimento da gestação e os resultados dos exames. O cartão deve ser levado a todas as consultas e deve ser apresentado na hora do parto.

Em todas as consultas de pré-natal, a equipe de saúde deverá medir a pressão arterial, verificar o peso da gestante, medir a barriga e escutar o coração do bebê.

Veja quais exames devem ser feitos:

- exames de sangue: para descobrir diabetes, sífilis e anemia e classificar o seu tipo de sangue;

- exames de urina: podem descobrir infecções e presença de proteína na urina;

- preventivo de câncer de colo do útero (Papanicolau): esse exame informa sobre a existência de problemas que podem levar ao câncer de colo do útero, permitindo o tratamento imediato. Este exame deve ser realizado a cada 3 anos. Caso a pessoa não tenha feito neste período, deve fazer no pré-natal.

- teste anti-HIV (para identificar o vírus da AIDS): o exame pode ser feito durante o pré-natal. Ele é uma proteção para a mulher e para a criança. Uma mulher portadora do HIV pode começar o tratamento durante a gravidez, evitando que o vírus passe para o bebê durante a gestação e o parto.

veja também