MENU

Presa quadrilha suspeita de desviar R$ 2,5 mil de contas via internet

Presa quadrilha suspeita de desviar R$ 2,5 mil de contas via internet

Atualizado: Terça-feira, 20 Setembro de 2011 as 8:48

Submetralhadora Uzi apreendida com a quadrilha

tinha luneta telescópia

(Foto: Polícia Civil PA/Divulgação)

  A Polícia Civil do Pará prendeu uma quadrilha responsável por desviar mais de R$ 2,5 milhões de contas de um banco privado em Fortaleza, no Ceará. A operação, denominada “Reloaded”, prendeu 11 pessoas nos dois estados na segunda-feira (19).

Com a quadrilha foram apreendidos equipamentos de informática, televisores de LCD, e veículos zero quilômetro. Em Castanhal, nordeste do Pará, foi apreendida uma submetralhadora modelo Uzi, com lente telescópica.

Em Fortaleza, foram presas três pessoas. Uma delas seria um paraense apontado como líder do esquema e responsável por elaborar e vender programas maliciosos que invadem contas bancárias acessadas via internet. Ele é considerado um “cracker” (criminoso virtual) e responde a processos criminais em Santa Catarina e em São Paulo.     Ele já havia sido preso em 2004 pela Polícia Federal, em Parauapebas, no sudeste do Pará, durante a “Operação Cavalo de Troia”, e condenado em maio deste ano por crimes via internet. Os criminosos também invadiam e desviavam valores de até R$ 3 mil de contas bancárias menores.

No Pará, foram presas oito pessoas acusadas de receber em contas particulares os valores desviados, entre elas uma mulher que é ex-funcionária do Tribunal de Justiça do Estado. Segundo as investigações da Polícia Civil, o homem que foi preso com a submetralhadora seria o responsável pelo esquema de desvio de dinheiro em Castanhal e tem ligações com quadrilhas de assaltantes e traficantes de drogas no município.

A quadrilha desarticulada seria responsável por 40% de todos os desvios de dinheiro de contas via internet no estado. Até o momento, 17 pessoas envolvidas com a mesma quadrilha foram presas.

veja também