MENU

Presidente da Companhia de Trânsito de Londrina é investigado em fraude

Presidente da Companhia de Trânsito de Londrina é investigado em fraude

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2011 as 11:51

      O presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) de Londrina, no Norte do Paraná, André Nadai, prestou depoimento ao Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), nesta quinta-feira (2), para um novo inquérito que foi aberto pelos promotores do Ministério Público para apurar desvio de dinheiro público da saúde do município. Desde o início do mês de maio, 23 pessoas são investigadas por crimes de estelionato, formação de quadrilha e corrupção ativa e passiva em um esquema de contratos.

Nadai também foi interrogado sobre a procedência dos R$ 29 mil em dinheiro encontrados no apartamento dele durante uma busca do Gaeco no mês passado. Ele ainda é suspeito de sonegar imposto na transição de compra do apartamento dele, que fica no centro de Londrina. Segundo um corretor o imóvel vale mais de R$ 300 mil e no cartório o valor registrado é a metade. "Como está especificado no contrato existe um valor que efetivamente foi pago que é superior a aquele que foi lançado. Então agora nos vamos verificar se de fato ocorreu essa sonegação fiscal e se não existe qualquer outra ilicitude além dessa”, disse o delegado do Gaeco, Alan Flore.

Na saída do depoimento, André Nadai disse que a origem do dinheiro era de um empréstimo feito pelo ex-secretário de Fazenda, Lindomar dos Santos. “Na verdade eu tive empréstimos do Lindomar e deixei ele aberto no meu imposto de renda. Estes empréstimos já foram quitados, não é isso eu justifica o recurso”, afirmou. Mas sobre a compra do apartamento, não fez comentários.          

veja também