MENU

Presidente de comissão do COI visita comunidades pacificadas pela polícia

Presidente de comissão do COI visita comunidades pacificadas pela polícia

Atualizado: Quarta-feira, 20 Janeiro de 2010 as 12

O governador Sérgio Cabral visitou as favelas Dona Marta, em Botafogo, e Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, ambas na Zona Sul do Rio, acompanhado da presidente da Comissão de Coordenação dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Nawal el-Moutawakel, para mostrar os resultados das unidades de polícia pacificadora (UPPs) implantadas nessas comunidades.

No Dona Marta, Nawal assistiu a uma exibição de crianças lutando karatê e um outro grupo que tocou cavaquinho e violão para os visitantes. Cabral passou rapidamente por alguns moradores que ainda moram em barracos de madeira e reclamaram da demora das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

"Prometeram que a gente ia sair logo daqui, mas continuamos do mesmo jeito. Estamos cansados de promessa", protestou uma moradora.

De lá, o governador seguiu para o Pavão-Pavãozinho, onde fez uma visita rápida, acenou para moradores dos apartamentos do PAC, beijou e pegou crianças no colo, posou para fotos e tocou instrumentos de percussão do grupo AfroReggae.

Sérgio Cabral chamou alguns jovens da comunidade e fez um resumo entusiástico da trajetória da marroquina, campeã olímpica nos 400 metros com barreiras nos Jogos de 1984, ex-ministra da Juventude e Esporte do Marrocos e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) desde 1998. "Essa é a mulher", disse Cabral, que não falou com a imprensa.

Bope comemora aniversário na favela

No Pavão-Pavãozinho, outro evento atraiu os moradores. O Batalhão de Operações Especiais (Bope), que completa 32 anos, escolheu a comunidade para comemorar o aniversário.

Com a presença de muitos policiais, foram distribuídos cachorro-quente e refrigerantes para a criançada. Eles ainda assistiram a uma apresentação de um mágico e depois participaram de outras atividades recreativas. No final, bolo e parabéns.

O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, logo que deixou a comitiva do governador, foi ao local prestigiar os militares. "Isso aqui é a prova de que possível, com parcerias de outras instituições, afastar o tráfico armado dessas comunidades", disse o secretário.

Por: Aluizio Freire

veja também