MENU

Presídios de Pernambuco ganham reforço tecnológico na segurança

Presídios de Pernambuco ganham reforço tecnológico na segurança

Atualizado: Quarta-feira, 3 Junho de 2009 as 12

Para evitar a entrada de armas e drogas nos presídios de Pernambuco, o sistema penitenciário do estado recebe, a partir desta semana, um reforço na segurança. As 17 unidades prisionais pernambucanas serão equipadas com detectores de metais e equipamentos de raio-x semelhantes aos usados nos aeroportos.

Todas as pessoas que entrarem nos presídios serão vistoriadas pelo novo sistema, "desde visitantes até advogados e pessoas do próprio sistema, como agentes penitenciários e policiais militares", afirma o secretário de Ressocialização de Pernambuco, coronel Humberto Viana.

O coronel diz que as 17 unidades prisionais do estado serão beneficiadas. "Algumas vão ter mais equipamentos do que outras devido ao tamanho da população carcerária. Estamos saindo do amadorismo", afirma o coronel.

Quem chegar para visitar um preso, terá que colocar a bolsa numa esteira que digitaliza a imagem e a exibe de duas formas. A primeira permite a detecção de equipamentos como armas e celulares. Para achar material orgânico é usado outro tipo de visualização onde a maconha ou outras drogas, por exemplo, aparecem em tons alaranjados.

Segundo o coronel Viana, atualmente a revista nos presídios é feita de forma manual e cada pessoa - e sua respectiva bolsa - é avaliada. Para Viana, além de falho, esse método causa congestionamentos na entrada em dias de visitação.

veja também