MENU

Preso em MT suspeito de ser proprietário de laboratório de drogas

Preso em MT suspeito de ser proprietário de laboratório de drogas

Atualizado: Terça-feira, 4 Outubro de 2011 as 12:02

Laboratório de drogas descoberto em agosto.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

  Pouco mais de um mês após descobrirem e fecharem um mini-laboratório usado como  refinaria de drogas em Nova Mutum, a 269 quilômetros de Cuiabá, as polícias Militar e Civil conseguiram prender na noite desta segunda-feira (03), em uma residência no bairro Arara Azul, um jovem de 19 anos suspeito de ser um dos proprietários da pequena refinaria. Ele foi denunciado pelos comparsas presos ainda em agosto, durante operação conjunta das forças policiais.

A quitinete onde o jovem morava foi monitorada por policiais. Nela, de acordo com o sargento PM Juarez Roma, funcionava um ponto de comercialização de entorpecentes. "Na casa dele foram apreendidos vários eletrônicos e 450 gramas de maconha. Contra ele também havia o mandado de prisão em aberto pelo crime de tráfico de drogas", declarou o oficial ao G1 .

Três pessoas que estavam na mesma residência foram encaminhadas para a delegacia da Polícia Civil: um homem de 24 anos, outro de 28 anos, e uma adolescente de 17 anos, que convivia com o suspeito. Conforme o sargento PM, com a menor foram encontradas porções de droga escondidas na região íntima, além de uma arma encontrada entre as roupas que a jovem vestia.   "Como não tínhamos policial feminino no momento, acinamos o conselho tutelar que fez a revista e encontrou a arma bereta no seio dela, além de uma trouxa de pasta-base e outras nove trouxinhas de pasta-base nas partes íntimas.  também estavam com ela R$ 110 decorrente da venda de entorpecente", complementou o sargento PM Juarez Roma.

Materias usados para preparo de droga foram localizados na quitinete onde os envolvidos estavam. Em agosto, quando as polícias chegaram à residência onde funcionava o mini-laboratório, na região central do município, foram apreendidos pouco mais de 300 gramas de pasta-base, 28 papelotes do mesmo produto, 26 gramas de cocaína, além de sacolas com substâncias para mistura do material.

Três pessoas, sendo dois jovens de 18 e 20 anos, além de um adolescente de 16 anos, foram encontrados no local. Mesmo diante das prisões, o oficial da Polícia Militar explica que ainda podem existir outros envolvidos no caso. "Com a investigação devemos chegar ao restante do grupo, pois é um braço grande.          

veja também