MENU

Preso, presidente da Vila Isabel teria oferecido R$ 100 mil para ir à Sapucaí

Preso, presidente da Vila Isabel teria oferecido R$ 100 mil para ir à Sapucaí

Atualizado: Quinta-feira, 27 Janeiro de 2011 as 8:37

O presidente da Unidos de Vila Isabel, Wilson Vieira Alves, conhecido como Moisés, foi transferido para o presídio de Bangu 2 na quarta-feira (26). A transferência aconteceu depois que informações passadas pelo Disque-Denúncia indicaram que ele ofereceu cerca de R$ 100 mil a agentes penitenciários do presídio Ary Franco, onde estava preso, para liberá-lo para assistir ao desfile da escola de samba na Marquês de Sapucaí, no próximo carnaval.

Preso desde abril do ano passado, por envolvimento na máfia dos caça níqueis, Moisés tinha benefícios que lhe permitiam fazer churrasco na cela, ter aparelhos de TV, com canais a cabo, e fogareiro elétrico.

Outra denúncia afirma que ele recebeu a visita de uma prostituta no dia 18 de janeiro, bem depois do horário de visitas. Agentes chegaram a encontrar roupas íntimas na cela, além de R$ 3 mil. Os agentes investigam ainda se Moisés saiu do presídio para assistir ao ensaio técnico da escola de samba. O advogado de Moisés nega as acusações.

O secretário de administração penitenciária, Rubens Monteiro de Carvalho, determinou a abertura de um sindicância para apurar as denúncias. O diretor, o subdiretor e o chefe de segurança da unidade prisional foram afastados . “Temos que apurar o grau de responsabilidade de cada um”, afirmou o secretário.    

veja também