MENU

Preso suspeito de chefiar grupo que assaltou a Tiffany em SP, diz PM

Preso suspeito de chefiar grupo que assaltou a Tiffany em SP, diz PM

Atualizado: Quinta-feira, 1 Julho de 2010 as 8:16

A Polícia Militar (PM) informou que prendeu por volta das 2h desta quinta-feira (1º), em Santo André, no ABC, mais um suspeito de integrar a quadrilha que assaltou em maio a joalheria Tiffany, no Shopping Cidade Jardim, Zona Sul de São Paulo. Um motoboy de 30 anos foi detido após ser identificado com base em uma foto que consta do álbum de ''procurados'' ligados ao caso e distribuído à polícia.

De acordo com a PM, o homem detido - o quinto integrante da quadrilha - é o chefe do grupo, mentor do roubo à joalheira e também responsável pela guarda das joias.

O suspeito estava em um carro com mais três pessoas: dois homens e uma adolescente de 17 anos. Segundo a equipe da Força Tática do 10º Batalhão de Santo André, o motoboy planejava sair do estado e se esconder no Paraná.

O grupo foi investigado ao entrar num posto de gasolina. A PM diz que o suspeito apresentou um documento falso, mas foi reconhecido por um dos soldados. A identificação ocorreu depois que outro policial trouxe um álbum com as fotos dos integrantes da quadrilha que assaltou a joalheria.

Segundo a PM, o suspeito confessou participação no crime, mas não falou sobre as joias roubadas.

O suspeito é, de acordo com a PM, foragido do presídio de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo, e teria ainda oito anos de prisão para cumprir. Ele foi encaminhado ao 4º DP de Santo André. Nesta quinta, porém, é possível que o motoboy seja transferido para o Centro de Dentenção Provisória de Santo André ou para a carceragem do Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado (Deic), unidade da Polícia Civil onde estão concentradas as investigações sobre o caso.

Outros quatro presos

A polícia já havia prendido anteriormente quatro suspeitos de envolvimento no roubo à loja da Tiffany, ação que teria provocado um prejuízo de R$ 1,5 milhão. Outros dois suspeitos tinham sido identificados: o motoboy preso nesta quinta e um marceneiro de 33 anos, que está foragido.

O assalto

O roubo aconteceu em 16 de maio. Dois dias depois foi preso o primeiro suspeito em São Mateus, na Zona Leste da capital paulista. Já a prisão de outros dois homens foi feita no dia 20, mas só confirmada pela polícia no dia 25. O quarto suspeito foi preso no dia 26 em Mongaguá, litoral sul de São Paulo.

De acordo com os suspeitos, o combinado era repassar as joias para um comprador nos Estados Unidos e ratear o valor obtido com a venda.

A joalheria foi roubada por homens bem vestidos e fortemente armados. Os assaltantes chegaram ao shopping logo após a sua abertura e foram direto para a loja. De acordo com pessoas que estavam no local, a ação foi muito rápida. Em menos de cinco minutos os assaltantes entraram, renderam os funcionários e saíram com várias sacolas.

veja também