MENU

Preso suspeito de gerenciar o tráfico em favela da Baixada Fluminense

Preso suspeito de gerenciar o tráfico em favela da Baixada Fluminense

Atualizado: Sexta-feira, 16 Setembro de 2011 as 12:28

Um suspeito de ser o gerente do tráfico na Favela do Lixão, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi preso durante uma operação do 15º BPM (Duque de Caxias) nesta sexta-feira (16). As informações são do comandante do 15º BPM, tenente-coronel Marcelo Malheiros.

De acordo com Malheiros, três suspeitos de tráfico de drogas também foram presos no Conjunto de Favelas da Mangueirinha, também em Caxias. Ainda segundo o comandante, foram apreendidos 2 kg de maconha, uma metralhadora, uma pistola e duas granadas. Oito motocicletas que seriam roubadas e uma picape com munição foram recuperadas.

A ação acontece desde as 6h nas comunidades da Mangueirinha, Sapo, Corte 8 e Santuário, todas no Conjunto de Favelas da Mangueirinha, e também nas comunidades do Lixão e Beira-Mar.

Cerca de 80 policiais participam da operação e contam com o apoio de policiais de outros batalhões, dois veículos blindados e retroescavadeiras. Segundo Malheiros, os policiais foram recebidos a tiros na chegada à comunidade. Não há informações sobre feridos.

Polícia quer diminuir crimes em Caxias

Malheiros informou que o objetivo da polícia é reduzir os índices de criminalidade em Duque de Caxias. Segundo ele, a PM tem informações de que a maioria dos crimes cometidos no município é feita por criminosos do Conjunto de Favelas da Mangueirinha.

Ainda de acordo com o comandante, os policiais percorrem também as favelas do Lixão e Beira-Mar para evitar a fuga dos criminosos. “A gente tem informação de que quando a gente faz operação eles fogem para outras comunidades”, explicou.

Na semana passada, a PM fez uma operação semelhante na região. Na ocasião, foram recolhidos um fuzil, duas granadas antitanque, 100 munições de fuzil, 44 kg de maconha, além de três veículos roubados e 13 motos. Um menor foi detido suspeito de ter envolvimento com o tráfico.    

veja também