MENU

Presos no Rio PM e ex-PM suspeitos de extorsão, diz secretaria

Presos no Rio PM e ex-PM suspeitos de extorsão, diz secretaria

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 4:12

Um policial militar e um ex-policial foram presos, nesta quinta-feira (2), sob suspeita de extorsão, durante uma operação de policiais da 31ª DP (Ricardo de Albuquerque) com a Coordenadoria Geral Unificada (CGU). A ação tinha como objetivo cumprir os dois mandados de prisão expedidos contra os suspeitos. As informações são da assessoria da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro.

Procurada pelo G1 , a assessoria da Polícia Militar informou que ainda não sabe se vai se pronunciar sobre o caso.

De acordo com a secretaria, os dois abordaram uma pessoa que estava dirigindo uma moto sem carteira de habilitação. Em seguida, eles exigiram uma quantia em dinheiro para não apreender o veículo. O policial e o ex-PM também fizeram a vítima assinar o recibo de venda para transferir a moto para o nome de um deles, segundo a secretaria.

Ainda de acordo com a secretaria, em relato à polícia, a vítima contou que eles foram até sua casa e pegaram diversos bens, como aparelhos de DVD, computador e televisão. Ao chegar na residência do PM, os policiais encontraram a moto da vítima e com o ex-PM foi encontrada sua carteira funcional, que foi de forma indevida utilizada no momento da abordagem da vítima, informou a secretaria.

PMs suspeitos de integrar quadrilha são presos no RJ, diz secretaria

Na quarta-feira (11), agentes da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria estadual de Segurança desarticularam uma quadrilha formada por policiais militares que agia nos municípios de Niterói e São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a secretaria, um deles é suspeito de manter a mulher de um traficante refém.

A ação contou com o apoio da Corregedoria Geral Unificada e do Ministério Público do Rio. Em nota oficial, a secretaria informou que um soldado, que pertence ao 7º BPM (São Gonçalo), teria mantido a mulher refém, enquanto o traficante, acompanhado de outros dois PMs, tentava arrecadar R$ 20 mil para não ser morto.

Os dois PMs que estavam com o traficante, segundo a secretaria, são do 12º BPM (Niterói). Eles foram localizados no batalhão. A secretaria informou que o traficante teria sido morto. Os três policiais presos foram levados para a 74ª DP (Alcântara), onde o caso foi registrado.

Procurada pela G1 na quarta-feira, a Polícia Militar informou que apoia a ação da Secretaria estadual de Segurança, e que vai abrir um Inquérito Policial Militar para investigar o caso. De acordo com a PM, se comprovada a participação dos policiais no caso, eles serão expulsos da corporação.        

veja também