MENU

Presos no RJ integrantes de torcidas que marcavam encontro pela internet

Presos no RJ integrantes de torcidas que marcavam encontro pela internet

Atualizado: Quarta-feira, 15 Setembro de 2010 as 1:42

A polícia prendeu nesta quarta-feira (15) durante a operação Hooligans, 12 suspeitos ligados a torcidas organizadas do Vasco e do Flamengo que marcavam encontros pela internet para promover brigas entre as torcidas no Rio de Janeiro. Entre os presos, está um soldado do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

De acordo com o delegado Luiz Antonio Ferreira, titular da 73ª DP (Neves), os suspeitos usam o futebol como desculpa para praticar crimes. “É uma desculpa para brigar e praticar crimes como tentativa de homicídio e lesão corporal. O futebol é apenas um pano de fundo para encobrir a ação desses criminosos”, afirmou.

A operação começou às 6h da manhã e tinha o objetivo de cumprir 19 mandado de prisões e 25 de busca e apreensão. Os 160 policiais envolvidos percorreram bairros do Rio e de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, na Região Metropolitana.

“A investigação começou há três meses. Acompanhamos as atualizações nos sites de relacionamento e conseguimos chegar a esses nomes. Em março, o líder da torcida do Vasco sofreu um atentado e um companheiro seu morreu. Em julho, sofreu novamente um atentado. Esses fatos também nos ajudaram” , disse Ferreira.

Durante a operação, oito máquinas caça-níqueis foram achadas em um bar que pertencia a um integrante de torcida organizada, em São Gonçalo. Uniformes das torcidas e até um taco foram apreendidos durante a operação.

Delegacia de Ordem Pública será criada

Segundo o chefe de polícia Alan Turnovisky, em breve, uma delegacia de Ordem Pública será criada para apurar crimes que envolvam torcidas organizadas. “O público que vai aos estádios precisa ter segurança. Essa delegacia vai ajudar a manter a ordem nos eventos esportivos que o Rio vai sediar”, disse Turnovisky.

Segundo a polícia, a operação Hooligans ainda não acabou. Outras 40 pessoas estão sendo investigadas, entre elas integrantes de torcidas organizadas de diversos clubes.

No dia 22 de agosto, um torcedor do Vasco morreu em um hospital particular na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte. A polícia suspeita que ele tenha sido vítima de uma briga de torcidas.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também