MENU

Presos por suspeita de sequestro não têm envolvimento, diz advogado

Presos por suspeita de sequestro não têm envolvimento, diz advogado

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2011 as 2:14

A mãe e o filho que foram presos suspeitos de sequestrar uma criança de cinco anos, na tarde de terça-feira (19) em Cascavel, no Oeste do Paraná, disseram que não têm participação no caso. Eles estavam na casa na qual o menino foi encontrado pelos policiais, os dois eram eram conhecidos da família da vítima.

De acordo com o advogado de defesa, Valmir Zornitta, "esse sequestro foi plantado por alguém e realmente essa  criança foi escondida nessa casa [onde a criança foi encontrada], mas os acusados não têm envolvimento nenhum com o caso".

Na manhã de terça (19), um homem chegou na casa da vítima um carro com placas adulteradas para supostamente entregar produtos de jardinagem. Ele rendeu a empregada e levou o menino. Ele foi encontrado duas horas depois, na casa de amigos da família. A criança teria recebido remédios de uso controlado. 

Até o final da manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Civil de Cascavel já tinha ouvido, pelo menos, oito pessoas envolvidas no sequestro. Mais uma testemunha deve prestar depoimento ainda nesta quarta.

O delegado responsável pelo caso Pedro Oliveira já encerrou o inquérito das prisões em flagrante. "Nós temos indícios suficientes que nos autoriza a autuá-los nessa situação. Ou seja, do sequestro, cárcere privado e ainda o agravante de que esta criança estava dopada", explicou.          

veja também