MENU

PRF flagra 42 pessoas dirigindo após consumir álcool no Rio em um mês de Lei Seca

PRF flagra 42 pessoas dirigindo após consumir álcool no Rio em um mês de Lei Seca

Atualizado: Segunda-feira, 21 Julho de 2008 as 12

Aproximadamente 2% dos motoristas submetidos ao teste do bafômetro pela Polícia Rodoviária Federal, no Rio, foram flagrados dirigindo após consumir bebida alcoólica. Além disso, com a Lei Seca em vigor há um mês, os policiais já levaram 22 motoristas fluminenses à cadeia.

Segundo Lei Federal nº 11.705/08, quem ingerir até 0,3 miligrama de álcool por litro de ar expelido no teste, paga uma multa de R$ 957 e tem a carteira apreendida. Acima desse percentual, o motorista é detido e responde a processo criminal por dirigir sob a influência de álcool.

De acordo com o balanço da PRF, divulgado na segunda-feira, 21 de julho, desde o dia 20 de junho os motoristas têm sido autuados, com o aumento da fiscalização. Dos dois mil que passaram pelo teste do bafômetro em todo o estado, 20 foram multados em R$ 957 e 22, detidos.

Segundo o inspetor da PRF, André Luiz Azevedo, cerca de 70% dos flagrantes ocorreram na Rodovia Presidente Dutra - que liga o Rio a São Paulo. Ele atribuiu a alta incidência à concentração de estabelecimentos comerciais como bares e restaurantes à margem da pista.

Ainda de acordo com Azevedo, nota-se no Rio uma pequena redução dos acidentes de trânsito nas estradas, assim, a comemoração da eficiência da lei deve ser cautelosa. Para ele, os resultados da medida demoram um pouco mais a aparecer nas estradas.

"Sabemos que na cidade a queda da violência é visível. Mas, nas rodovias, essa queda ainda não foi percebida. Há uma redução muito sensível. Não houve uma queda expressiva nos números de acidentes, feridos e mortes. Isso poderia ser melhor", analisou.

Azevedo afirma que a maior parte do número de acidentes nas estradas federais que cortam o estado ainda é causada pela imprudência dos motoristas. Segundo o inspetor, mesmo sóbrios, eles insistem em desrespeitar às leis de trânsito.

A Polícia Militar do Rio Ainda não divulgou o balanço oficial com os números da Lei Seca.

Postado por: Claudia Moraes

veja também