MENU

Procergs moderniza refrigeração para reduzir consumo de energia e aumentar eficiência

Procergs moderniza refrigeração para reduzir consumo de energia e aumentar eficiência

Atualizado: Terça-feira, 2 Fevereiro de 2010 as 12

A consolidação da política de déficit zero nas contas públicas do governo do Estado permitiu à Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs) investir R$ 1,945 milhão na troca do seu sistema de ar condicionado. Nesta segunda-feira (1º), técnicos, com apoio de guindaste, começaram grande operação de substituição do velho sistema, instalado há 36 anos, quando foi criada a Procergs.

Cada uma das três novas unidades de resfriamento pesa 4,5 toneladas, tem capacidade para 150 toneladas de refrigeração, ou 150 aparelhos de ar condicionado de 12 mil BTUs. Elas consumirão 30% menos energia, reduzirão o alto nível de ruído em relação aos equipamentos anteriores e incrementarão em 40% a capacidade de refrigeração.

De acordo com o vice-presidente da Procergs, Antônio Ramos Gomes, o maior cliente da companhia é o governo do Estado (administração direta, Detran, Corsan, IPE e demais poderes). A partir dos pagamentos em dia, da administração direta, a Procergs recuperou sua capacidade de investimentos e pode acelerar o seu programa de modernização.

Em 2009, os investimentos da empresa foram de R$ 13 milhões. O valor inclui a recente troca do sistema de ar condicionado. Para este ano de 2010, as aplicações da Procergs em modernização somarão mais do que o dobro do ano passado e chegarão a R$ 25 milhões, informa Ramos Gomes.

Com as novas instalações de refrigeração, a Procergs cria um ambiente de trabalho melhor aos seus funcionários, pois o menor nível de ruído aumentará a produtividade. Também confere maior segurança e eficiência operacional ao seu data center, integrado por uma rede de centenas de computadores, mais servidores e armazenadores de dados.

veja também