Procon de Juiz de Fora divulga ranking de reclamações

Procon de Juiz de Fora divulga ranking de reclamações

Atualizado: Terça-feira, 11 Janeiro de 2011 as 8:54

Foi divulgado nesta segunda-feira (10) o ranking de reclamações do Programa de Orientação e Proteção do Consumidor (Procon) de Juiz de Fora. As instituições financeiras lideram a lista e os idosos são os que mais reclamaram em 2010.

O porteiro Paulo Sérgio de Almeida foi fazer um pagamento de rotina no banco e demorou mais de uma hora e meia. Esta foi a segunda vez que isso aconteceu e a paciência dele já acabou. A reclamação dele e de outras 21 mil pessoas colocaram as empresas do ramo financeiro no topo da lista de reclamações do Procon. Os bancos, consórcios, seguradoras, financeiras e os cartões de crédito somaram mais de 45% das ocorrências.

Os dados da pesquisa mostram também que os idosos voltaram ao mercado de consumo. O superintendente do Procon/JF, Eduardo Schröder, relata que mais de 20% das reclamações atendidas pelo Procon são de pessoas com 60 anos ou mais.

Completam a lista o setor de produtos, que inclui o comércio em geral, com 21,25% de reclamações. Seguido pelo de serviços essenciais, nesses, estão as empresas de telefonia, com pouco mais de 20%. Ainda no ranking, os serviços privados, como faculdades e empresas de transporte, com quase 11%. Mas de um modo geral, em 2010 o número de reclamações foi menor que nos anos anteriores.

Segundo o Procon, 92% das reclamações são atendidas. O prazo para a resolução do problema chega a 30 dias. O Procon de Juiz de Fora fica na Avenida Independência, nº 922, Centro.    

veja também