Produção de grãos em MT chegará a 43 milhões de toneladas em 10 anos

Produção de grãos em MT chegará a 43 milhões de toneladas em 10 anos

Atualizado: Quinta-feira, 16 Junho de 2011 as 10:54

A participação de Mato Grosso na produção de grãos do país deverá aumentar de 19% para 24% na próxima década. O estado, que atualmente produz aproximadamente 28 milhões de toneladas, alcançará 43,4 milhões de toneladas na safra 2020/2021, segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). No país, o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aponta que a produção passará de 142,9 milhões de toneladas para 175,8 milhões de toneladas em 10 anos.

O diretor da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Nelson Picoli, explica que o estado continuará com volume acentuado na produção agrícola. Ele ressalta que a disponibilidade de tecnologia manterá a qualidade dos grãos. Na soja, a previsão é que a produção aumente de 18 milhões de toneladas para o máximo de 29 milhões de toneladas, pontuando com um crescimento de 64%.

A safra de milho terá aumento de até 114%, considerando a produção de 8 milhões de toneladas que poderá chegar a 16,6 milhões de toneladas. As lavouras de arroz também serão maiores. O crescimento, nesse caso, será de 72%, passando de 786 mil toneladas para 1,3 milhão de toneladas. Acompanhando a expansão dos grãos, Mato Grosso também se destacará na produção de carnes.

Pelo menos é o que afirma o chefe da Assessoria de Gestão Estratégia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Derli Dossa. De acordo com ele, o estado será um dos principais fornecedores de carnes de suínos, aves e bovinos. “Isso em função da facilidade de obter proteína vegetal que é transformada em animal, agregando valor à produção”. A estimativa é que o rebanho aumente 1,5 milhão de cabeças para cerca de 3 milhões de animais. A taxa de crescimento em 10 anos é de 100%.            

veja também