MENU

Professor de jiu-jítsu é preso suspeito de molestar alunos no RJ

Professor de jiu-jítsu é preso suspeito de molestar alunos no RJ

Atualizado: Quinta-feira, 11 Novembro de 2010 as 12:01

Um professor de jiu-jítsu, de 60 anos, foi preso no início da manhã desta quinta-feira (11), em casa, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, suspeito de ter molestar sexualmente alunos menores de idade no Clube Esportivo Mauá, em São Gonçalo, onde dava aulas para crianças carentes. De acordo com o delegado Geraldo Assed, titular da 72ª DP (São Gonçalo), o professor negou as acusações.

Assed contou que quatro vítimas – sendo dois jovens de 13 anos, um de 14 anos e outro de 15 anos -, prestaram queixa contra o professor na última segunda-feira (8). Eles afirmaram que o professor costumava agarrá-los no vestiário do clube, passava óleo no corpo das vítimas e tocava suas partes íntimas. Os adolescentes fizeram exames de corpo de delito, mas, segundo o delegado, o laudo ainda não ficou pronto.

“Um deles contou que começou a ser assediado há cerca de um ano, quando começou a frequentar as aulas no clube. Logo em seguida, ele abandonou as aulas. Mas só agora, quando soube que colegas estavam passando pela mesma situação, se juntou às outras vítimas para denunciá-lo”, contou Assed.

O delegado acredita que, com a divulgação da prisão do professor de jiu-jítsu, outros pais e vítimas entrem em contato com a delegacia. Além de aulas para crianças carentes no Mauá, o suspeito também dá aulas numa academia no bairro Rodo. O professor vai cumprir mandado de prisão temporária de 30 dias, expedido pela 2ª Vara Criminal de São Gonçalo.    

veja também