MENU

Professor é agredido em suposto crime homofóbico na Consolação

Professor é agredido em suposto crime homofóbico na Consolação

Atualizado: Sexta-feira, 25 Março de 2011 as 4:35

Um professor foi agredido por quatro homens na madrugada na última quarta-feira (23) em um posto de gasolina na esquina da rua Augusta com a Peixoto Gomide, na região da Consolação, em um possível ataque homofóbico. Segundo o delegado do 4º Distrito Policial, Paulo Tucci, o rapaz de 23 anos foi chamado de “viado” e levou um soco no rosto, próximo a boca.

De acordo com Tucci, por se tratar de um crime “de menor potencial ofensivo”, o caso será encaminhado para o Juizado Especial Criminal. Os suspeitos poderão responder por lesão corporal dolosa, injúria e ameaça. Com isso, os agressores deverão ser punidos com uma pena alternativa como, por exemplo, o pagamento de cestas básicas.

Eles teriam dito ao delegado que a confusão começou porque foram chamados de “gatinhos” pela vítima. A conclusão do inquérito será encaminhada também à Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância).      

veja também