MENU

Professor suspeito de agredir aluno é afastado em SP

Professor suspeito de agredir aluno é afastado em SP

Atualizado: Segunda-feira, 10 Outubro de 2011 as 1:10

Um professor de física da Escola Estadual Doutor Ayres Neto, na Zona Sul da capital paulista, foi afastado de suas funções por suspeita de agredir um aluno, segundo a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. De acordo com o adolescente, o caso aconteceu na noite desta sexta-feira (8), após uma palestra.

Em entrevista ao G1 , o garoto, de 16 anos, disse que encontrou o professor após a palestra e realizou uma “brincadeira de dar soquinhos fracos no braço.” Segundo ele, o professor dava esse tipo de liberdade. “Ele era 'zoeira', dava essa liberdade para zoar”, afirmou o adolescente. Após isso, sem nenhum motivo aparente, o professor começou a agredi-lo com socos na barriga, ombro e no rosto. Ele foi encaminhado para o Pronto-Socorro Municipal de Diadema, no ABC, com ferimentos na boca. A vítima foi medicada e liberada.

O caso foi registrado pela mãe do garoto, Patrícia de Oliveira Lemos, no 98° DP, no Jardim Miriam, como lesão corporal consumada. Até o final da manhã desta segunda-feira (10), o professor ainda não havia prestado depoimento na delegacia.

Segundo a Secretaria de Educação, o professor, que dá aulas de física, foi afastado das suas funções pedagógicas e um inquérito foi instaurado para que os fatos sejam averiguados. Caso a agressão seja confirmada, de acordo com a secretaria, o docente poderá ser exonerado do cargo.

Em nota, a secretaria informou ainda que o aluno será encaminhado para um acompanhamento psicológico em uma unidade de saúde próxima a casa em que mora.

O G1 procurou a diretoria da Escola Doutor Ayres Neto, mas ninguém quis comentar o caso.      

veja também