MENU

Professores de escola onde aluno morreu em SP tentaram reanimá-lo

Professores de escola onde aluno morreu em SP tentaram reanimá-lo

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 4:10

Pai de jovem que morreu em escola deixa o local carregando tênis do menino (Foto: Carolina Iskandarian/ G1)

  O soldado da Polícia Militar Victor Hugo Mariano, do 16º Batalhão, contou na tarde desta terça-feira (13) que professores tentaram reanimar o estudante Daniel dos Santos Rodrigues, de 16 anos, que morreu no pátio da Escola Municipal Desembargador Arthur Whitaker, na Vila Sônia, Zona Sul de São Paulo. De acordo com ele, o garoto passou mal. A suspeita é que ele tenha tido uma parada cardíaca. “O aluno passou mal e caiu. Os professores viraram ele e tentaram reanimar. O Samu também chegou e tentou de tudo, mas, infelizmente, ele não resistiu”, disse o soldado.     O pai do estudante deixou a escola por volta de 15h sem falar com imprensa. Carregando o par de tênis do filho, disse apenas: “é difícil”. No mesmo horário, o carro do Instituto Médico-Legal saiu com o corpo do adolescente. Uma funcionária da diretoria, que pediu para não ser identificada, disse que o menino, aluno da 7ªsérie, teve um enfarte e era “obeso”. Já fez até tratamento para emagrecer, segundo informou. Questionado, o soldado da PM informou que o aluno era "gordinho".

Durante todo o início da tarde, houve mais de uma versão para a morte do jovem. Uma professora de português que dava aula para a vítima contou que ele havia acabado de comer. “Ele comeu o lanche e foi brincar no intervalo. Perdeu a noção, caiu e bateu a cabeça”, afirmou Silvia Pádua.

Carro do IML chega para buscar o corpo do aluno

(Foto: Carolina Iskandarian/ G1) Pais de alunos disseram que a escola não tem ambulatório nem qualquer outro tipo de atendimento médico. "Quando a criança está doente nem remédio eles dão", afirmou uma mulher que não quis dar o nome.

A Secretaria Municipal da Educação e a Diretoria Regional de Educação (DRE) do Butantã lamentara m o falecimento do aluno e afirmaram que irão coloborar com a família e com a polícia “no que for necessário para o total esclarecimento do episódio”.

Veja a íntegra da nota divulgada pela Secretaria Municipal da Educação:

“A Secretaria Municipal de Educação e a Diretoria Regional de Educação (DRE) Butantã lamentam o falecimento do aluno Daniel dos Santos Rodrigues, 16 anos, aluno do 7º ano da EMEF Des. Arthur Whitaker, ocorrido na manhã desta terça-feira, 13, no pátio da escola. A direção da escola informa que o estudante teve um mal súbito quando voltava do intervalo das aulas. A DRE e a escola colaborarão com a família e a polícia no que for necessário para o total esclarecimento do episódio. As aulas na EMEF foram suspensas nesta terça.”          

veja também