MENU

Professores furam cerco da polícia e tentam agredir Serra em BH

Professores furam cerco da polícia e tentam agredir Serra em BH

Atualizado: Quinta-feira, 6 Maio de 2010 as 5:02

Um grupo de professores estaduais em greve furou o cerco da polícia e bloqueou a entrada dos pré-candidatos à Presidência da República em um debate na AMA (Associação Mineira de Municípios), em Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira.

O pré-candidato do PSDB, José Serra, tentou passar pelo protesto e precisou da ajuda de simpatizantes do partido para não ser agredido.

Os manifestantes entraram em confronto com a polícia, que usou bombas de gás lacrimogêneo para conter os cerca de 200 professores.

Serra foi recebido com gritos de ''Aécio e Anastasia é [sic] tudo a mesma porcaria'', em referência ao ex-governador mineiro Aécio Neves e ao atual governador, Antonio Anastasia, ambos tucanos. Houve confusão e os manifestantes tentaram agredir o ex-governador de São Paulo.

As pré-candidatas Marina Silva, do PV, e Dilma Rousseff, do PT, não chegaram a encontrar os professores. Dilma usou a entrada dos fundos e Marina já havia entrado quando a concentração começou.

veja também