MENU

Projeto incentiva a criação de hortas comunitárias em Parelheiros (SP)

Projeto incentiva a criação de hortas comunitárias em Parelheiros (SP)

Atualizado: Quinta-feira, 6 Novembro de 2008 as 12

Com o objetivo de incentivar a produção e o comércio de hortaliças e plantas aromáticas, a Secretaria Municipal de Participação e Parceria e a Subprefeitura Parelheiros (SP) se uniram para lançar o projeto "Mãos à Horta", que dará à comunidade de Parelheiros um curso a cada mês, sempre com 30 vagas. O lançamento do projeto será nesta quarta-feira, dia 5 de novembro, às 10h, na sede da Subprefeitura Parelheiros.

O "Mãos à Horta", que será gerido pela Coordenadoria de Convivência, Participação e Empreendedorismo Social (Conpares), possibilitará a capacitação de agentes multiplicadores, conhecedores de técnicas e conceitos de cultivo de hortaliças e várias outras plantas, com o objetivo de permitir que os participantes tenham aumento de renda e melhora da alimentação, promovendo ainda a reeducação alimentar.

Além desses benefícios, o "Mãos à Horta" criará também em São Paulo a primeira escola-estufa, que será instalada em terreno atrás da sede da Subprefeitura Parelheiros. A escola fará uma homenagem à ex-primeira-dama Lucy Montoro, que dará o nome à escola-estufa. Lucy foi uma grande incentivadora do projeto Hortas Comunitárias, chegando a criar uma no Palácio dos Bandeirantes quando seu marido, Franco Montoro, foi governador do Estado.

O local será um espaço de vivência, educação, exercício e organização para a difusão da horticultura, produção de mudas de árvores nativas, espécies para paisagismo e atividades agrícolas e silvicultura. A escola-estufa será aberta à visitação guiada, visando incentivar e organizar a implantação de novos projetos de hortas escolares e comunitárias, bem como seu funcionamento autônomo.

Os interessados devem ter pelo menos 16 anos e residir na região de Parelheiros. A primeira turma já tem data para começar: entre os dias 17 e 21 de novembro; e a segunda, entre os dias 3 e 12 de dezembro. Os participantes receberão uma apostila e certificado ao concluir o curso. As inscrições podem ser feitas na sede da Subprefeitura pelo telefone 5926-6500, ramal 6623.

Os alunos aprenderão todas as técnicas de cultivo em horta; noções de compostagem (processo biológico em que os microorganismos transformam a matéria orgânica, como estrume, folha, papel e restos de comida, em um material semelhante ao solo, que se chama composto e pode ser usado como adubo); e receitas úteis de reeducação alimentar.

Outro tema que será abordado no curso é a implementação da horta comunitária. Essa iniciativa tem o objetivo de integrar a comunidade ao meio ambiente, valorizar o espírito comunitário e de solidariedade e incentivar a implantação de outras hortas comunitárias.

O projeto conta com quatro oficineiros, que realizarão os cursos; um agrônomo que auxiliará no suporte técnico das oficinas; e funcionários da Subprefeitura, que farão a manutenção da horta. O "Mãos à Horta" contará ainda com o suporte administrativo da Subprefeitura e da Secretaria de Participação e Parceria, além de uma frente de trabalho das escolas e da comunidade local.

veja também