MENU

Projeto no Rio quer conscientizar consumidores sobre uso de sacolas

Projeto no Rio quer conscientizar consumidores sobre uso de sacolas

Atualizado: Sexta-feira, 22 Outubro de 2010 as 8:43

Uma lei em vigor, desde julho de 2009, determina que sacolas plásticas sejam retiradas de circulação em, no máximo, três anos. Mas a medida ainda precisa “pegar” entre os consumidores. E há no Rio um projeto de percorrer supermercados, ensinando como fazer uso responsável desse material. A escola itinerante vai viajar por todo Brasil.

A maioria dos consumidores ainda abusa das sacolinhas nos supermercados. Já virou um hábito. Na hora de embalar as compras lá se vão duas, três sacolas de uma só vez. Reduzindo esse desperdício, a meta é daqui a 2 ou 3 anos tirar dois bilhões de sacolas plásticas de circulação.

O cálculo foi feito por representantes da indústria do plástico. E para atingir a meta, o primeiro passo foi criar sacolas mais resistentes, que aguentam até seis quilos. Redes de supermercados em vários estados já adotaram o novo modelo. A meta agora é levar para todo Brasil.

Mas falta também mudar o comportamento do consumidor. Uma turma está sendo treinada pra isso. A sala de aula deles fica dentro de um supermercado. Os alunos são funcionários. A lição é: como evitar o desperdício de sacolas plásticas.

“A hora que grande parte das pessoas começar a compreender que o trato do meio ambiente tem que ser responsável, eu tenho certeza que não vamos encontrar mais no meio ambiente sacolas jogadas", afirmou Paulo Dacolina, diretor-superintendente do Instituto Nacional do Plástico.

O projeto se chama Escola do Consumo Responsável e vai percorrer supermercados de todo o Brasil.

A idéia é ensinar a reutilizar as sacolinhas. Descartar no lugar certo, como lixo reciclável. E, principalmente, diminuir a quantidade de plástico que se leva para casa.    

veja também