MENU

Promotora pede prisão de suspeito de matar família em Petrópolis

Promotora pede prisão de suspeito de matar família em Petrópolis

Atualizado: Sábado, 12 Março de 2011 as 10:42

O Ministério Público do Rio pediu à 1ª Vara Criminal Criminal de Petrópolis, na região serrana, a prisão preventiva de cinco denunciados (acusados formalmente) por um crime que chocou a cidade há dois anos, mas que permanecia sem solução. Três dos denunciados já estão presos temporariamente. Eles foram acusados pelos crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e formação de quadrilha.

De acordo com o Ministério Público, em 19 de agosto de 2009 um homem encapuzado entrou na casa de Hercílio José Ioras, 79, onde também morava sua neta, Patrícia do Prado Ioras, e matou os dois. O namorado dela, Pedro Frederico Hammes Gonçalves, também foi atacado, mas sobreviveu.

As investigações apontam que o filho de Hercílio e pai de Patrícia, Luiz Felipe Bahiense Ioras, pode ser um dos principais agentes do crime. Seu objetivo seria ficar com o dinheiro do seguro de vida do pai.

A Justiça ainda não havia se posicionado sobre o pedido da Promotoria até a noite desta sexta-feira. A reportagem não conseguiu falar com a defesa dos acusados.  

veja também