MENU

Proposta de governadores de recriação da CPMF é rejeitada pela OAB

Proposta de governadores de recriação da CPMF é rejeitada pela OAB

Atualizado: Quinta-feira, 4 Novembro de 2010 as 2:32

A proposta feita por governadores à presidente eleita, Dilma Rousseff, de recriação da CPMF, o "imposto do cheque" derrubado pelo Senado em 2007, foi repudiada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Segundo o presidente da ordem, Ophir Cavalcante, a carga tributária já é extremamente excessiva.

"Jogar novamente no colo da sociedade a responsabilidade pela saúde, enquanto a máquina pública só aumenta seu gigantismo, é preocupante. A OAB vê com extrema preocupação essa proposta que está sendo introduzida na pauta política do país."

Para Ophir, a questão da saúde precisa ser discutida dentro do contexto da reforma tributária.

Dilma Rousseff afirmou na última quarta-feira que não enviará ao Congresso projeto de recriação da CPMF, mas sinalizou que pode vir a apoiar proposta semelhante por parte dos governadores.

Em entrevista ao lado de Dilma, o presidente Lula criticou setores do Congresso pela decisão de 2007. "Plano de saúde, todo deputado tem, fazem 500 exames. Tem que levar isso para a sociedade também", disse o presidente, argumentando que alguns exames complexos deixaram de ser feitos pela rede pública após a queda da CPMF.

Dilma havia dito durante a campanha que discutiria esse tema, caso fosse eleita.

veja também