MENU

Protesto contra enchentes em SP tem confronto com PM e oito detidos

Protesto contra enchentes em SP tem confronto com PM e oito detidos

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 8:13

Moradores do bairro conhecido como Favela do Canão, na região do Campo Limpo, Zona Sul de São Paulo, fizeram um protesto entre a noite desta terça (25) e a madrugada desta quarta-feira (26) contra as enchentes que têm atingido a área. Eles queimaram entulho, pneus, bloquearam vias e entraram em confronto com a Polícia Militar. Oito pessoas foram detidas.

Os moradores dizem que toda vez que chove as casas são alagadas e eles perdem tudo. Na noite de terça, havia muito lixo espalhado pelo chão, levado pela enxurrada.

A Avenida Cândido José Xavier foi fechada durante a manifestação, e a confusão ficou maior quando a polícia chegou. “Ninguém quis saber os nosso problemas, eles já chegaram violentos. A polícia já chegou atirando na gente”, contou o confeiteiro Lélio da Silva.

“Não é porque a gente mora na favela, em terra da Prefeitura, que a gente tem que ser tratado assim”, disse a doméstica Iraci dos Santos.

O tenente que comandou a operação diz que os policiais já foram recebidos com pedras e reconhece que usou balas de borracha e gás de pimenta para controlar a situação. “Fomos recebidos hostilmente com pedradas e pauladas. Tivemos que atuar, dispersamos a multidão, acionamos os bombeiros. Eles apagaram a barricada, liberaram a via e a gente prendeu oito indivíduos, sendo um menor", explicou o tenente da PM Marcos Verardino.

Os moradores que foram levados pela delegacia devem responder por desacato. Eles ficaram feridos devido aos tiros de borracha. Os detidos foram ouvidos e liberados.    

veja também