MENU

PSDB reúne Executiva Nacional para discutir escândalo no governo do Distrito Federal

PSDB reúne Executiva Nacional para discutir escândalo no governo do Distrito Federal

Atualizado: Terça-feira, 1 Dezembro de 2009 as 12

A Executiva Nacional do PSDB marcou reunião nesta terça-feira (1º) para discutir o escândalo no governo do Distrito Federal. O encontro será às 12h na sede do PSDB em Brasília. O partido, que tem como principal aliado o DEM, vai fazer uma avaliação sobre as denúncias contra o governador do DF, José Roberto Arruda (DEM).

Arruda, que já foi filiado ao PSDB, é acusado de fazer parte do esquema que recebia dinheiro de empresas que têm contrato com o governo do DF. Além do governador, o vice-governador, Paulo Octávio (DEM), e assessores do DF são investigados.

Gravações mostram Arruda e outros deputados distritais recebendo maços de dinheiro de empresários. Há imagem de um dos aliados guardando o dinheiro nos bolsos e na meia. Em troca do dinheiro, os empresários ganhavam facilidades em licitações do Estado.

Na segunda-feira (30), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que é presidente de honra do PSDB, disse esperar que o episódio envolvendo Arruda não afete o PSDB. No entanto, deixou escapar que pode resultar alguns respingos para o partido na relação que tem com o Distrito Federal, visto que o PSDB faz parte do governo.

Fernando Henrique ressaltou que não queria se antecipar a qualquer desdobramento do caso no Distrito Federal e muito menos sobre qual deve ser a decisão do DEM.

''Isso não afeta a relação do PSDB com o DEM, mas afeta a relação do DEM com o Distrito Federal e, por consequência, também a nossa, não há dúvida''.

Ontem, o PSDB nacional anunciou que vai recomendar a seus filiados Márcio Machado e José Humberto Pires que se afastem da equipe do governador de Arruda. O presidente do partido, senador Sérgio Guerra (PE), afirmou que os tucanos devem sair do governo de Arruda.

''Não pode participar de um governo que está envolvido em várias acusações e não pode esclarecê-las''.

Márcio Machado é secretário de Obras do governo Arruda e presidente do diretório regional do PSDB. José Humberto Pires ocupa a secretaria de Governo. Como está em Recife (PE), Sérgio Guerra afirmou que caberá a um dos vices-presidentes do partido, Cícero Lucena (PB) ou Marisa Serrano (MS), conversarem ainda nesta segunda-feira (30) com os secretários.

Por Mônica Aquino

veja também