MENU

PT avisa no Twitter que processará PSDB por site "gente que mente"

PT avisa no Twitter que processará PSDB por site "gente que mente"

Atualizado: Sexta-feira, 30 Abril de 2010 as 4:55

Lideranças petistas escreveram hoje no Twitter (microblog) que o partido entrará com uma representação contra o PSDB pelo registro de domínios na internet de páginas que podem ser usadas para desqualificar o PT e sua pré-candidata à Presidência, Dilma Rousseff.

As representações usarão como base o fato do site gentequemente.org.br ter sido registrado em nome do PSDB. O domínio petralhas.com.br, que está inativo, foi registrado por Eduardo Graeff, coordenador da pré-campanha do candidato tucano José Serra.

"Daqui a pouco vamos impetrar ação contra o PSDB por patrocinar sites e blogs que assassinam reputações. Ou os tribunais só punem o PT?", questionou André Vargas, secretário de comunicação do PT, no Twitter.

Em nota divulgada na internet, o partido avisa que entrará com representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) exigindo que o site gentequemente.org.br seja retirado do ar, além da aplicação de multa ao partido.

Anteontem, Graeff negou participar da distribuição de boatos contra o PT e disse que a ideia de registrar o domínio "petralhas" foi inspirada no livro "O País dos Petralhas", do jornalista Reinaldo Azevedo. Sobre o "Gente que Mente", Graeff afirmou que a intenção do PSDB é desmentir boatos como os de que o partido, no governo, acabaria com o Bolsa Família.

Sobre o site gentequemente.org.br, Graeff afirmou que as intenções do PSDB não são de disparar, mas de desmentir boatos. "Como o de que vamos acabar com o Bolsa Família, por exemplo", disse.

Em seu blog, o jornalista Reinaldo Azevedo criticou o fato de seu nome ter sido citado no yexto. "O que a palavra "petralhas", que eu criei, tem a ver com isso? O site nem existe. Podem tirar o meu nome dessa zona. Por que a reportagem, em vez de ficar reproduzindo tuitadas do PT, servindo como caixa de ressonância do partido, não vai investigar os sites tucanos e petistas para ver como anda a "limpeza" na rede?!", questiona ele.

veja também