MENU

Quadrilha é presa por suspeita de vender atestados falsos em SP

Quadrilha é presa por suspeita de vender atestados falsos em SP

Atualizado: Quarta-feira, 2 Março de 2011 as 8:10

Quatro homens foram presos nesta terça-feira (1º) em uma lanchonete no Centro de São Paulo por suspeita de integrarem uma quadrilha que vendia documentos falsos. A negociação era feita na rua e em pouco tempo o cliente recebia documentos como atestados médicos que poderia comprovar problemas de saúde e justificar faltas ao trabalho.

O balcão da lanchonete foi transformado em escritório para o crime. Imagens gravadas pela polícia mostram a ação. O criminoso pegava os dados do cliente e ia para o andar de cima, onde preenchia o falso atestado. Depois, ele descia e entregava o documento. O cliente conferia, pagava e ia embora.

Outras gravações mostram mais vendas dos documentos. A negociação também acontecia no meio do calçadão. Outros homens anunciavam o serviço a quem passava no local. Eles recebiam uma comissão por cada documento vendido.

“Nós identificamos que ele haviam loteado o centro de São Paulo. Plaqueiros faziam a recolha dos futuros clientes e apresentavam ao chefe da quadrilha que fazia os documentos falsos”, explicou o delegado Marcos Galli Casseb.

A prisão da quadrilha ocorreu após 15 dias de investigação. O dono da lanchonete também foi preso. Segundo a polícia, o bando agia há três meses na região. Entre os documentos apreendidos, estavam atestados com emblema da Associação Paulista de Medicina, da Secretaria Estadual da Educação e do Hospital de Guaianazes. Também foram encontrados recibos

e holerites em branco, todos falsos.

A polícia ainda investiga quem são as pessoas que compravam os falsos documentos. Algumas já foram identificadas e chamadas para prestar depoimento.    

veja também