MENU

Quadrilha usava réplicas de fuzis para cometer assaltos em Campo Grande

Quadrilha usava réplicas de fuzis para cometer assaltos em Campo Grande

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 2:58

Réplicas de fuzis e pistola utilizadas por quadrilha de assaltantes (Foto: Tawany Mary/G1 MS)

  A Polícia Militar prendeu nesta segunda-feira (16) nove pessoas suspeitas de cometerem três assaltos usando armas de brinquedo em estabelecimentos comerciais na noite de quinta-feira (12) e manhã de sábado (14) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Além de réplicas de fuzis, a quadrilha também usava nas ações uma pistola verdadeira.

De acordo com o tenente Wilmar Fernandes, da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe), a maneira com que os ladrões manuseavam as armas foi o que fez os policiais perceberem que o armamento não era verdadeiro.

“Essas armas costumam ser pesadas. Um fuzil AK-47, por exemplo, pesa quase 5 quilos. Não dava para manusear tão fácil assim”, disse Fernandes.

De acordo com o policial, as réplicas apreendidas com os integrantes da quadrilha são usadas no jogo de combate paintball. Conforme ele, os fuzis falsos teriam sido pegos de um veículo furtado na semana passada em Campo Grande.

Menores no grupo

Dos nove integrantes da quadrilha, quatro são menores de idade. São três jovens, com idades entre 15 e 17 anos, e uma garota de 16 anos. A polícia revelou que chegou ao grupo após prender um dos seus integrantes. O relógio que ele usava foi o que identificou como um dos suspeitos de praticar os roubos com as réplicas.

Os fuzis falsos foram localizadas na casa da adolescente de 16 anos e a pistola na residência de uma outra jovem, também de 16 anos, namorada de um dos suspeitos. Conforme a polícia, ela não foi apreendida porque teria escondido a arma sem saber do que se tratava.

Os suspeitos ainda não foram indiciados. Segundo o delegado André Novelli, da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), ainda está sendo apurado qual a participação de cada um dos integrantes da quadrilha nos assaltos, mas eles deverão responder principalmente pelos crimes de roubo e receptação.        

veja também