MENU

Quantidade de doações de sangue diminui 4% em Brasília

Quantidade de doações de sangue diminui 4% em Brasília

Atualizado: Terça-feira, 6 Janeiro de 2009 as 12

Diminuiu a quantidade de doações de sangue em alguns hemocentros do país desde o início de dezembro. As viagens de fim de ano ocasionaram uma queda no estoque estratégico de sangue. Em Brasília, a redução foi 4%, quando comparado aos outros meses, de acordo com a chefe de capacitação da Fundação Hemocentro de Brasília, Verônica Cavalcante. Segundo ela, essa é uma queda considerável. "Parece uma porcentagem pequena, mas não é. É um número que reflete bastante no nosso estoque estratégico", argumenta.

A falta de sangue para atender neste mês é preocupante, pois, segundo Verônica, é exatamente em janeiro que começam as cirurgias eletivas de grande porte e de transplantes já agendados nos hospitais. "Agora em janeiro o estoque do hemocentro deve estar abastecido. Então, a gente pede à população para que venha ao hemocentro doar", alerta Verônica.

Já os estoques do estado de São Paulo não sofreram significativamente a diminuição nas doações. Em entrevista à Rádio Nacional, a médica da Fundação Pró-Sangue/SP, Bruna Fontes, disse que a situação dos hemocentros paulistas se mantém estável no momento. Porém, o alerta quanto a possível falta de sangue em hospitais é constante. "No momento está estável, mas nunca podemos falar isso com tanta alegria, porque volta e meia temos problema com estoque", relata.

Diariamente, o estoque estratégico dos hemocentros é verificado. Mantido em ordem, permite que os hospitais respondam à demanda de pacientes e cirurgias que necessitam de sangue. No entanto, cirurgias de emergências podem ser impedidas, caso a quantidade de sangue no hemocentro não esteja estável. "A gente não sabe se vai precisar de sangue amanhã. Temos que ter um estoque que permita essa garantia", explica Bruna Fontes.

Para suprir a falta de sangue, o Hemocentro disponibiliza transporte para buscar os doadores no local onde estiverem e levá-los aos centros de doações. "Estamos pedindo à entidade que tenham comunidades organizadas, grupos de jovens, de orações que se organizem e entrem em contato conosco. O hemocentro busca essas pessoas para que doem sangue", informa Verônica.

Postado por: Claudia Moraes

veja também