MENU

Quase 3 meses após chuva na serra do RJ, estradas continuam precárias

Quase 3 meses após chuva na serra do RJ, estradas continuam precárias

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 8:45

O G1 percorreu 313 km de estradas da Região Serrana do Rio de Janeiro, nos dias 28 e 29 de março, e verificou que as rodovias ainda não foram recuperadas após os estragos provocados pela chuva que começou em 11 de janeiro. Quase 3 meses após a catástrofe, ainda há rachaduras e buracos no asfalto, apesar de alguns trechos terem sido consertados.

No mês passado, chamou a atenção dos brasileiros a agilidade com que uma estrada foi reparada no Japão após o terremoto. Tudo ficou pronto em apenas 6 dias. No Rio as obras podem se estender por mais 5 meses. Segundo as concessionárias, a demora ocorre porque elas dependem da autorização dos órgãos públicos para iniciar as obras. O G1 percorreu trechos de 3 rodovias, a RJ-116, a RJ-130 e a BR-495, fotografou e preparou um mapa com pontos intransitáveis, liberados ou com alguma restrição.

Na RJ-116, que liga Itaboraí a Macuco, o G1 constatou que a viagem de Nova Friburgo a Bom Jardim, que era feita em menos de 20 minutos, leva atualmente o dobro do tempo ou mais. A Rota 116, concessionária responsável pela via, informou que uma nova ponte será projetada no local em um prazo de 150 dias. O pedágio de R$ 3,70  não está sendo cobrado. Na RJ-130, no trecho de Mury, o asfalto com remendos indica que os buracos foram tampados. Aberturas e deslizamentos provocados pela chuva nos quilômetros 75,5 e 78 foram consertados.

Na RJ-130, no trecho de Mury, o asfalto com remendos indica que os buracos foram tampados. Aberturas e deslizamentos provocados pela chuva nos quilômetros 75,5 e 78 foram consertados.

Na BR-495, que liga Teresópolis a Itaipava, foi decretada situação emergencial por causa de deslizamentos em 7 pontos. A estrada passa por obras há cerca de um ano.

Desde janeiro, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) executa obras de contenção de encostas e troca de asfalto. A conclusão da reforma está prevista para o segundo semestre.

Acima, veja um mapa com a situação das estradas percorridas pelo G1. Abaixo, veja fotos da situação de alguns pontos em janeiro e na última semana de março. Caso você não tenha plugin Flash instalado em seu computador ou dispositivo móvel (iPhone ou iPad, por exemplo), clique nos links para ver a situação da RJ-116, da RJ-130 e da BR-495.

Você pode também dar sua informações sobre a situação das estradas. Para indicar um local, acesse a página Fale Conosco. A indicação será colocada posteriormente em um mapa pela equipe de reportagem. IMPORTANTE: no texto, relate o que você viu e o endereço (ex.: no km 10 da rodovia tal, um buraco ainda precisa ser reparado). Deixe também o seu telefone para contato.      

veja também