MENU

Rapaz é preso suspeito de estuprar adolescente de 13 anos em MS

Rapaz é preso suspeito de estuprar adolescente de 13 anos em MS

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 1:29

Um rapaz de 20 anos foi preso em flagrante suspeito de estuprar uma adolescente de 13 anos na noite desta terça-feira (9), por volta das 20 horas, em Campo Grande. Segundo registro da ocorrência, durante uma ronda pelo bairro Centro Oeste, policiais militares viram um carro parado, com os vidros embaçados, em uma local ermo, no estacionamento do hipódromo da cidade.

Os policiais se aproximaram do carro e pediram para que os dois ocupantes saíssem do veículo. Ambos estavam no banco traseiro e quando viram a polícia começaram a colocar as roupas. Um das pessoas era uma adolescente de 13 anos e o outro um rapaz de 20.

Segundo relato no boletim de ocorrência na Polícia Civil, a adolescente disse que o suspeito já quis manter relações sexuais com ela outras vezes, mas que ela sempre tinha negado. Ainda segundo a garota, o suspeito a tinha chamado para sair e, quando notou, foi levada para o estacionamento, onde, segundo a adolescente, eles se beijaram.

Não consta se eles chegaram a consumar o ato, o que deve ser comprovado pelo exame de corpo de delito. O rapaz estava usando um preservativo. Pela legislação, mesmo que a relação fosse consentida, é considerada estupro presumido por se tratar de menor de idade.

Ao ser preso, o suspeito tentou intimidar a equipe da PM dizendo que conhecia vários policiais, que tinha influência política e que os policiais não deveriam abordá-lo. Na delegacia, o rapaz tentou impedir os policiais de revistarem o seu carro. No veículo havia uma embalagem de preservativo aberta, além de outra no bolso do suspeito. O rapaz estava usando um preservativo.

A adolescente foi encaminhada, juntamente com a mãe, até à delegacia, onde prestou depoimento. O caso foi registrado como estupro de vulnerável. Segundo a Polícia Civil, caso não seja comprovada a relação sexual, o registro pode ser alterado para tentativa de estupro. O caso será encaminhado para delegacia especializada.          

veja também