MENU

Rapper Ja Rule começa a cumprir pena por porte ilegal de arma

Rapper Ja Rule começa a cumprir pena por porte ilegal de arma

Atualizado: Quarta-feira, 8 Junho de 2011 as 3:15

O rapper americano Ja Rule começa a cumprir pena de dois anos na tarde desta quarta-feira (8) em Nova York. "Meu último dia fora", twittou na tarde de terça, acrescentando que ele estava gastando o tempo no cinema com a sua família.

Ja Rule, 35 anos, se declarou culpado em dezembro por porte ilegal de arma, resolvendo um caso que já durava quase 4 anos. A polícia disse que encontrou uma pistola semi-automática calibre 40 carregada em seu carro esportivo.

Ele havia sido parado por excesso de velocidade após um show no Beacon Theatre de Nova York em 22 de julho, de 2007. O rapper Lil Wayne havia sido preso após o mesmo show e ficou oito meses preso no ano passado.

"Leis são leis", disse Ja Rule nesta quarta, no programa "Good day New York", exibido pela emissora americana TV Fox 5. "Não há nada que eu pudesse realmente fazer", comentou. "Você sabe, eu tento não me arrepender de nada que faço na vida, porque você passa pela vida e vai fazendo as coisas", acrescentou.

Nascido Jeffrey Atkins, Ja Rule surgiu no rap na década de 1990, mas depois ficou conhecido por suas colaborações com cantoras pop, incluindo Jennifer Lopez e Ashanti. Ele também atuou em filmes como "Veloses e furiosos" e  "Todo mundo em pânico 3" (2003).

Ao "Good day New York", ele disse que está tentando se preparar mentalmente para a prisão. Ele vive em Nova Jersey, com esposa e três filhos. Além da pena por posse ilegal de arma, Ja Rule se declarou culpado em um tribunal federal de Nova Jersey em março, por não pagar impostos sobre os mais de US$ 3 milhões em renda. Ele pode pegar até três anos de prisão nesse caso.

Ja Rule disse recentemente ao site TMZ, especializado em celebridades, que planeja se manter ocupado atrás das grades escrevendo um livro e aprendendo a tocar guitarra. "Eu vou tentar aproveitar bem o meu tempo, enquanto estiver lá dentro", disse ele.

Ele se junta a outros rappers que já foram presos como Tupac Shakur, Lil 'Kim, Foxy Brown, Shyne, Mystikal, Gucci Mane e TI, com penas que variam entre meses e anos. O rapper veio ao Brasil no mês passado, mas cancelou apresentação em festival em SP.

veja também