MENU

Recarga do bilhete único falha a três dias de reajuste da tarifa do metrô

Recarga do bilhete único falha a três dias de reajuste da tarifa do metrô

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 1:10

O reajuste da tarifa do metrô vai ocorrer no próximo domingo (13), mas, nesta quinta-feira (10), o sistema de recarga do bilhete único já começava a dar sinais de falha. Por volta das 10h30, o R7 conversou com usuários na estação Barra Funda, da linha 3-Vermelha, que tentavam carregar seus bilhetes.

A tarifa atual do metrô e trem é de R$ 2,65 e vai passar a custar R$ 2,90. Vinda da zona leste de São Paulo, a funcionária pública Márcia Aparecida Correia da Silva, de 43 anos, já tinha tentado, sem sucesso, abastecer seu bilhete na estação Tatuapé.

- Lá [Tatuapé], tinha uma placa dizendo que o pagamento com débito automático não estava funcionando. Aqui [Barra Funda], não há nenhuma informação. Toda vez que está perto de aumentar a tarifa é isso, começa a falhar.

Morador da região de Artur Alvim, também na zona leste, o office boy Marcelo Leite da Silva Júnior, de 24 anos, disse que antes de ir para a Barra Funda tentou carregar seu vale-transporte na estação São Bento. Para ele, a qualidade do metrô ainda é ruim para que haja reajuste.

No dia 5 de janeiro, a tarifa do ônibus municipal teve um reajuste de 11% e passou a custar R$ 3 – antes, era R$ 2,70.

Problema

De acordo com uma funcionária do Pague Express, empresa responsável pela recarga do bilhete único – que permite a integração entre ônibus e metrô – o sistema estava oscilante durante todo o período da manhã, com falhas temporárias.

Segundo ela, um dos motivos do problema pode ser o excesso de recargas. Procurada pela reportagem do R7 , a assessoria de imprensa da empresa não deu informações sobre o problema.    

veja também