MENU

Receita apreende 12 t de mercadorias contrabandeadas no Galeão, no Rio

Receita apreende 12 t de mercadorias contrabandeadas no Galeão, no Rio

Atualizado: Quinta-feira, 9 Dezembro de 2010 as 4:16

Doze toneladas de mercadorias contrabandeadas foram apreendidas no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio, nesta quinta-feira (9), em operação da Receita Federal.

Batizada de Operação Natal Legal, a ação acontece em vários pontos do Rio e visa combater a comercialização de mercadorias proibidas, produtos piratas e com entrada ilegal no país. Entre os produtos apreendidos estão anabolizantes, hormônios e outros medicamentos com comercialização proibida em território nacional.

A fiscalização detectou que as encomendas de anabolizantes tinham como origem os Estados Unidos e a Alemanha, e seus destinatários deverão ser investigados numa segunda etapa da Operação, desencadeada pelo Grupo de Remessas Postais Internacionais (RFB), com a participação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Polícia Civil apreende 20 mil produtos falsificados

Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra Propriedade Imaterial (DRCPIM) apreenderam, na quarta-feira (8), mais de 20 mil produtos falsificados em duas operações realizadas em diferentes pontos do Rio de Janeiro. Em nota oficial, a Polícia Civil informou que as ações visavam combater a comercialização de mercadorias piratas. Ninguém foi preso.

As operações aconteceram nos municípios de Nova Iguaçu, São João de Meriti e Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e no bairro de Madureira, no subúrbio do Rio. Segundo a delegada Valéria Sadio, somente na Baixada foram apreendidos aproximadamente 11 mil DVD´s de jogos falsificados.

Dez mil artigos apreendidos em Madureira

Em outra ação, em Madureira, foram apreendidos aproximadamente dez mil artigos para festas, como convites, velas, bonecos e adesivos exibindo personagens infantis. O material estava exposto à venda em estabelecimentos localizados em uma galeria comercial na região central daquele bairro.

Ainda de acordo com a delegada, as operações serão intensificadas no mês de dezembro, pela proximidade das festas natalinas.

veja também