MENU

Recursos do BID para obras em Curitiba

Recursos do BID para obras em Curitiba

Atualizado: Segunda-feira, 13 Setembro de 2010 as 8:27

O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, assinou ontem contrato de US$ 100 milhões (cerca de R$ 172 milhões) com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para obras em Curitiba. O representante do BID no Brasil, Fernando Flores, assinou o contrato, em reunião na sede do banco, em Brasília.

Os recursos, metade da prefeitura e metade empréstimo do BID, serão investidos em obras do programa Pró-Cidades, como Clubes da Gente Boa Vista e Santa Felicidade; construção da Rua da Cidadania Cajuru; habitação; e revitalização de ruas.

“São obras importantes para a cidade, que melhoram a infraestrutura e a qualidade de vida da população”, disse Luciano Ducci. “Curitiba cresce e se desenvolve, sempre no caminho da sustentabilidade. Ter um parceiro como o BID é fundamental para nosso projetos”.

Fernando Flores disse que Curitiba é importante para o BID e para o Brasil. “É uma cidade que serve como exemplo de desenvolvimento global e de bom governo”, disse Flores. “Curitiba faz a gestão adequada dos recursos e é exemplo para outros municípios. Reiteramos o apoio do BID para os projetos da Prefeitura de Curitiba”.

Os Clubes da Gente terão piscinas aquecidas para aulas gratuitas de natação e hidroginástica. A cidade já tem um clube no Bairro Novo e está construindo outro na CIC. A meta é ter clubes em todas as regionais.

A Rua da Cidadania Cajuru é uma reivindicação antiga na regional e vai melhorar o atendimento da prefeitura aos moradores dos bairros. Atualmente, os serviços são oferecidos na sede da Administração Regional Cajuru.

Os recursos também serão investidos na revitalização da Rua Eduardo Pinto da Rocha, no Umbará, com 5,5 km de obras, passando pelos bairros Ganchinho, Sitio Cercado até o Alto Boqueirão. A rua terá asfalto novo, novas calçadas e drenagem.

A Rua Desembargador Antonio de Paula, ao lado do quartel do Boqueirão, também será revitalizada, com 2,4 km de obras. Também será feita a modernização de semáforos em vários cruzamentos da cidade, principalmente no eixo norte/sul.

Na área de habitação, serão feitas as urbanizações das favelas Vila Nori, na Regional Boa Vista, e vilas Acrópole e Parque Nacional, na Regional Cajuru. Na Vila Nori, serão beneficiadas 161 famílias, com reassentamento de 50 famílias.

Nas vilas Acrópole e Parque Nacional, a urbanização beneficiará 1.230 famílias, com reassentamento de 221 famílias. As famílias que serão reassentadas são aquelas que moram em áreas de risco. As demais permanecem onde moram, mas terão suas vilas completamente urbanizadas.

Essa será uma nova etapa de obras do programa Pró-Cidades. Com a contrapartida da prefeitura, já foram iniciadas várias obras do programa, como revitalização da avenida Fredolin Wolf; construção da trincheira Gustavo Rattman; Binário Chile/Guabirotuba; alça da Rua Alberico F. Bueno; urbanização das vilas Prado, Parolin, Três Pinheiros, Unidos do Umbará e Menino Jesus.

Também participaram da assinatura em Brasília o presidente da Câmara Municipal, vereador João Cláudio Derosso; o líder do governo na Câmara, vereador Mário Celso Cunha; e o vereador Valdemir Soares. “Curitiba está de parabéns por mais este contrato, que garante obras importantes para a cidade”, afirmou Derosso.

Mario Celso disse que as mensagens com projetos do BID são aprovadas por unanimidade na Câmara. “O BID é um grande parceiro de Curitiba”. Valdemir Soares destacou as obras de mobilidade e habitação. “Curitiba passa por uma revolução na área de mobilidade. E com as obras de habitação resgata a dignidade da moradia para milhares de famílias”.

O secretário de Finanças, Luiz Sebastiani; o presidente do Ippuc, Clever Almeida; a procuradora-geral do Município, Claudine Bettes; o superintendente da Secretaria do Planejamento, Otamir Martins; o coordenador da Utag, Edson Seidl; e o chefe do Gabinete do Prefeito, David Campos, também participaram da reunião no BID.

veja também