MENU

Refundação do PSDB é termo 'muito forte', afirma FHC

Refundação do PSDB é termo 'muito forte', afirma FHC

Atualizado: Terça-feira, 23 Novembro de 2010 as 11:05

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez restrições ontem à expressão "refundação" do PSDB, lançada pelo senador eleito Aécio Neves ao defender mudanças no partido. Para FHC, o termo é "muito forte".

"Todos os partidos, num certo sentido, estão todo o tempo se renovando. Mas refundação acho que é uma expressão muito forte", disse.

FHC deu entrevista na noite de ontem após palestra em um fórum do IEE (Instituto de Estudos Empresariais), em Belo Horizonte.

Questionado se Aécio não teria sido mais competitivo para vencer Dilma Rousseff (PT) na disputa presidencial do que José Serra, FHC disse que o assunto é "passado".

"Eu tenho uma ligação muito profunda com o Serra e o Aécio. Então para mim é sempre difícil falar sobre qualquer um dos dois."

O ex-presidente rechaçou a ideia de que o PSDB é "muito avenida Paulista", uma referência ao predomínio de São Paulo na legenda. Argumentou que o partido venceu oito disputas estaduais e que a crítica é "slogan que a oposição coloca para marcar".

Outra tese criticada pelo ex-presidente foi a de que deixou "herança maldita" para Lula. Segundo ele, "o que foi maldito" em seu último ano de governo, em 2002, foi "o Lula, que assustou os mercados". "A Dilma sabe disso. Ela usa isso simplesmente por "espertezinha" política."

Por: Rodrigo Vizeu

veja também