MENU

Região serrana recebe ajuda de países e organizações internacionais

Região serrana recebe ajuda de países e organizações internacionais

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 3:43

As cidades atingidas pelas fortes chuvas que caíram sobre a região serrana do Estado do Rio de Janeiro, na semana passada, têm recebido ajuda internacional para atender as vítimas e auxiliar na reconstrução das áreas destruídas.

Portugal, Estados Unidos, Reino Unido e Equador responderam positivamente ao pedido de ajuda do governo do Estado e anunciaram o envio de dinheiro, alimentos e medicamentos, bem como de especialistas no enfrentamento de desastres naturais.

Outra ajuda tem chegado por meio de instituições financeiras, que destinarão recursos para colaborar na reconstrução das cidades. A Alemanha enviou uma equipe da organização Humedica International com seis técnicos, que irão mapear as necessidades médicas da região.

Além disso, o país confirmou a doação de uma tonelada de medicamentos às vítimas da tragédia. O governo norte-americano ofereceu US$ 150 mil (R$ 252 mil) do fundo de assistência emergencial internacional (USAID) para a compra de medicamentos, kits de higiene, cobertores e filtros d'água.

A organização britânica Shelterbox enviou aos municípios atingidos mil pacotes contendo insumos básicos para atender as famílias desabrigadas. Cada unidade contém uma tenda que abriga até seis pessoas, um colchão, fogareiro, purificador de água, mosquiteiro, panelas, copos, talheres e livros para as crianças. A organização inglesa também enviará ao Brasil uma equipe de seis pessoas para coordenar a implantação dos acampamentos.

Outra ajuda veio de Portugal, que destinou cinco médicos legistas para auxiliar na identificação das vítimas. A Comissão Européia também ofereceu ajuda e está analisando a possibilidade de doar o correspondente a 200.000 euros, disponibilizados através de duas organizações não-governamentais, a Fundação ABRINQ-Save  the Children e a CARE-Brasil. Para ajudar na reconstrução das cidades, o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) fez uma doação emergencial de US$ 200 mil (R$ 336 mil) e continuará dialogando com as autoridades para definir outras ações.

O Banco Mundial concederá ao Governo do Estado um empréstimo de US$ 485 milhões (R$ 814 milhões), que serão destinados às áreas de habitação e ao gerenciamento de desastres, em apoio ao programa Morar Seguro. O Governo do Estado encaminhará o pedido de empréstimo ao Senado Federal, em fevereiro, quando for aberto oficialmente o ano legislativo. Uma parcela de US$ 200 milhões deve estar à disposição em abril e os US$ 285 milhões restantes no último trimestre deste ano.

Mais de 830 mortos A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou na manhã desta quarta-feira que o número de mortos na região serrana do Estado por causa do forte temporal já chega a 832.

Nova Friburgo é a cidade com maior número de vítimas, 399. Já Teresópolis vem em segundo lugar com 340 mortes. O distrito de Itaipava, em Petrópolis, teve 67 corpos resgatados. Sumidouro contabiliza 21 mortos; São José do Vale do Rio Preto, quatro; e Bom Jardim, um.    

veja também