MENU

Revisão eleitoral flagra quase 2 mil eleitores ilegais em cidade do ES

Revisão eleitoral flagra quase 2 mil eleitores ilegais em cidade do ES

Atualizado: Quinta-feira, 8 Dezembro de 2011 as 9:13

A Justiça Eleitoral cancelou quase dois mil títulos no município de Dores do Rio Preto, no Sul do estado. A revisão foi feita porque o número de habitantes era quase igual o de eleitores.

Os cancelamentos foram feitos nos títulos de pessoas que não conseguiram comprovar que residem no município ou que não compareceram ao cartório eleitoral dentro do prazo de revisão, que terminou no mês de novembro. Dores do Rio Preto tem 6.400 habitantes e até setembro tinha 6.145 eleitores.

De acordo com o cartório eleitoral do município, agora existem 4.371 pessoas aptas a votar, 1.774 a menos que há dois meses. "Foi o caso específico de uma pessoa que veio e não residia na cidade. Outras pessoas que também investigamos não tinham vínculo algum com o município", explicou o chefe de cartório Márcio Carvalho. Além da nova contagem, os eleitores fizeram cadastro biométrico, comprovaram impressão digital e assinatura, além de serem fotografados. Dores do Rio Preto foi a primeira cidade da região do Caparaó a passar por revisão eleitoral.

Os eleitores que ficaram em débito com a Justiça Eleitoral, não fazendo o recadastramento, tem até 9 de maio de 2012 para regularizarem o título. Aqueles que não o fizerem até essa data, além de ficarem sem votar, não conseguirão se inscrever em concursos públicos, retirar passaporte ou obter empréstimos, entre outras penalidades.        

veja também