MENU

Ribeirão de Poços de Caldas tem suspeita de contaminação radioativa

Ribeirão de Poços de Caldas tem suspeita de contaminação radioativa

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 9:04

   A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) está monitorando um ribeirão em Poços de Caldas, na Região Sul de Minas Gerais, por suspeita de contaminação radioativa. Um material nuclear estaria sendo armazenado de forma incorreta no local.

No ribeirão, que corta a cidade, foram coletadas amostras da água para avaliação. Ao todo, 21 pontos estão sendo monitorados. O coordenador da CNEN, Antônio Quinelato, disse que o objetivo é colher as informações para saber se as águas estão contaminadas. "Até o momento a gente não está com uma preocupação de que está havendo uma contaminação além dos limites estabelecidos", disse.

Em um reservatório que fica na área das Industrias Nucleares do Brasil (INB), que é ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, também foi recolhida amostras da água. A empresa se instalou na década de 80 na zona rural de Poços de Caldas e chegou a produzir um concentrado de urânio. Desta atividade, que esta desativada há cerca de 15 anos, sobraram aproximadamente 11 mil barris de substâncias tóxicas.

A Justiça definiu, após um promotor da cidade entrar com uma ação civil pública, que a INB deve providenciar análises do solo e da água e reformar os galpões onde ficam os barris. A INB informou que algumas medidas emergenciais já foram tomadas, mas que uma obra maior ainda depende de licitação.

O resultado final da análise da água só deve sair em outubro, quando forem concluídas as seis etapas de coletas nos mananciais.        

veja também