Rodoviária demite funcionários após agressão em Rio Preto 40SP41

Rodoviária demite funcionários após agressão em Rio Preto 40SP41

Atualizado: Quarta-feira, 3 Março de 2010 as 12

A Emurb (Empresa Municipal de Urbanismo) de São José do Rio Preto (a 438 km de São Paulo) informou no início da noite desta terça-feira, dia 2, que demitiu quatro funcionários que trabalhavam na segurança do terminal rodoviário da cidade envolvidos em uma agressão a um homem. O anúncio da demissão foi feito após imagens veiculadas pela TV Globo revelarem o momento em que um dos funcionários segura o homem enquanto o outro o agride com o cabo de vassoura.

Segundo o presidente da empresa, Fernando Lucas, imagens do circuito interno da rodoviária mostram que foi a vítima quem partiu para cima dos vigilantes com a vassoura primeiro. Entretanto, isso não justificaria a violência, afirmou Lucas.

"Independente de ter havido um motivo, eles [os seguranças] ultrapassaram todas as barreiras permitidas", disse à Folha Online. "Não foi uma agressão gratuita [por parte dos vigilantes], mas não podemos ser coniventes com esse tipo de violência", afirmou o presidente da Emurb.

A confusão ocorreu no final da manhã desta segunda-feira, dia 1º, quando os funcionários flagraram duas crianças pedindo dinheiro dentro da rodoviária, prática proibida no local. Os vigilantes, então, teriam ameaçado chamar o Conselho Tutelar caso elas não deixassem o terminal. Revoltado, o pai das crianças teria dado início à briga, segundo a polícia.

Foram demitidos três funcionários flagrados no vídeo no momento do confronto, além do chefe da segurança do terminal rodoviário. Um inquérito policial foi instaurado no 1º DP (Distrito Policial) do município para apurar se houve abuso de poder por parte dos servidores.

veja também