MENU

RR: governador Anchieta faz abertura do ano legislativo

RR: governador Anchieta faz abertura do ano legislativo

Atualizado: Terça-feira, 23 Fevereiro de 2010 as 12

Uma prestação de contas das atividades governamentais realizadas durante o ano de 2009 foi a tônica da mensagem do governador José de Anchieta durante a abertura dos trabalhos da Assembléia Legislativa do Estado de Roraima. A sessão ordinária aconteceu dia 18 com presença de autoridades de vários segmentos da sociedade roraimense.

O chefe do executivo comentou as dificuldades sofridas no decorrer do período e das ações prioritárias programadas para 2010. Anchieta agradeceu o apoio do Legislativo num ano de instabilidade econômica e insegurança devido à crise internacional, quando se buscou manter as compras, os empregos e os investimentos em níveis que permitissem à economia estadual manter-se em pleno funcionamento.

Ele falou sobre os recursos federais que vão possibilitar a recuperação e ampliação da hidrelétrica de Jatapú, e a pavimentação de estradas vicinais. "É a primeira vez que um programa de asfaltamento de rodovia inclui estradas vicinais, e os nossos eixos de integração - rodovias federais - também vão merecer maior atenção graças ao estabelecimento de prioridades do governo, deste parlamento e da nossa representação parlamentar em Brasília".

Ainda na área da infraestrutura, o governador ressaltou o esforço para viabilizar a cooperação entre a Venezuela e o Brasil na implementação do sistema de banda larga. Ele declarou como vetores essências ao desenvolvimento do Estado as rodovias, energia e comunicações.

Depois de discursar sobre a regularização fundiária, saúde, segurança e agricultura de Roraima, Anchieta encerrou dizendo que os governos não podem constituir barreiras e entraves ao desenvolvimento econômico do estado e a solução definitiva para a consolidação da economia depende dos políticos que têm a responsabilidade e o dever constitucional e legal de criar alternativas e implementá-las.

"Mantemos a expectativa de que, juntos, faremos de Roraima um lugar melhor para se viver. Acreditamos que nada se justifica, na ação do gestor público, se o foco, se o objetivo, não for o bem-estar social, o ser humano. Respeitemo-nos nas nossas diferenças".  

Por: Bárbara Carvalho

veja também