MENU

Rua intransitável gera protesto na RMC

Rua intransitável gera protesto na RMC

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 9:37

Buracos, lamas e "piscinões". Está é a rotina dos moradores do Jardim Itaqui, uma área de invasão, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Com as chuvas recentes, a situação na via principal, Rua Joroslau Sochaki piorou ainda mais, chegando ao ponto em que os residentes que possuem automóvel se viram obrigados a não colocá-los em suas residências para que os mesmos não sejam danificados.

Moradora há sete anos e coordenadora administrativa da Associação de Moradores da Comunidade Jardim Itaqui, Cláudia Antonia Roberto, conta que eles já tentaram encontrar uma solução junto à prefeitura de São José dos Pinhais, mas que até o momento nada foi feito.

"Nós já tentamos de tudo para chamar a atenção das autoridades, mas até agora nada. É triste ver que a população mais humilde não tem a devida e merecida atenção. Falaram que iríamos ser realocados para outra área, mas até agora nada", lamenta.

A coordenadora conta ainda que tanto a chuva quanto o calor em excesso trazem transtornos para as 150 famílias que moram no local. "Como choveu muito nos últimos dias, a rua está um lamaçal puro. Não tem como circular de carro aqui, pois se ele não ficar encalhado, vai acabar caindo em uma destas crateras e trazer prejuízo. Quando o tempo está muito seco, o problema é a poeira. Nossa situação não é nada fácil. Devemos realizar um protesto para os próximos dias", garante.

A prefeitura de São José dos Pinhais, por meio de sua assessoria de comunicação, informa que por se tratar de um terreno irregular ela fica impedida pela lei de realizar benfeitorias.

Porém, afirma também que a verba do Programa de Aceleramento do Crescimento (PAC) para a construção de 1.049 novas moradias e o consequente reassentamento já foi liberado. Há um projeto para a construção destas casas, mas ainda não há uma data definida para que isto ocorra.    

veja também