Árvore desligou linha e causou blecaute em 11 Estados do Norte e Nordeste

Árvore desligou linha e causou blecaute em 11 Estados do Norte e Nordeste

Atualizado: Sexta-feira, 12 Fevereiro de 2010 as 12

Uma árvore foi a causa apontada pela Eletronorte para o desligamento da linha de transmissão nesta quarta-feira, dia 10, no Tocantins, o que provocou o apagão que atingiu 11 Estados das regiões Norte e Nordeste do país.

Os galhos da árvore, segundo a estatal, cresceram e se aproximaram dos cabos de transmissão suficientemente para romper o isolamento elétrico do ar, permitindo que a energia passasse através da árvore. Com isso, a linha desligou-se.

Mesmo sem ocorrer o contato direto, a energia "saltou" para a árvore, chegando à terra. Os cabos geralmente não são envoltos por isolantes.

Segundo a Eletronorte, a descarga elétrica queimou parte da copa da árvore. As torres que sustentam as linhas de transmissão têm 20 m de altura.

Nesta quinta-feira, técnicos percorreram os cerca de 250 km de linha de transmissão entre as subestações de Colinas do Tocantins (TO) e Miracema (TO), trecho que foi desligado, para identificar a causa do problema. A falha foi localizada a 5 km da subestação de Colinas do Tocantins.

A Eletronorte informou que as árvores sob as linhas de transmissão são podadas periodicamente e que é política da empresa manter o máximo possível a vegetação. A estatal nega que tenha havido falha na manutenção e que acidentes como este são incomuns.

Segundo o ONS (Operador Nacional do Sistema), o desligamento da linha da Eletronorte, que interliga o Norte e o Nordeste com o sistema nacional, interrompeu em 30% a carga para o Nordeste (3.000 MW) e 20% para o Norte (860 MW). O apagão começou às 14h52 (horário de Brasília) e em 40 minutos a energia já havia voltado na maior parte das áreas atingidas. A linha da Eletronorte foi reenergizada às 17h29 desta quinta.

Memória

O problema registrado na quarta nos 11 Estados brasileiros ocorre poucos meses depois depois de um grande apagão registrado no ano passado. Em 10 de novembro, a falta de energia afetou 18 Estados --além do Distrito Federal - e deixou 70 milhões sem luz por mais de três horas.

O governo atribuiu a um raio o desligamento de linhas de transmissão. Segundo o ONS, porém, o mau funcionamento de isoladores em condições de chuva pode ter sido a causa.

Há quase 11 anos, outro apagão atingiu por até quatro horas dez Estados e o Distrito Federal. O governo Fernando Henrique Cardoso também atribuiu na época o fato à queda de um raio. Posteriormente, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) falou de uma associação de problemas em equipamentos da subestação de Bauru (SP).

Carnaval

Para evitar problemas durante o Carnaval deste ano, empresas distribuidoras de energia dos dois Estados que mais recebem foliões no Nordeste estão investindo em ações preventivas e no reforço das equipes de prontidão.

A Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) afirmou ter investido R$ 905 mil em ações de manutenção preventiva. A Celpe (Companhia Energética de Pernambuco) diz que faz ações preventivas desde dezembro e que, a partir desta sexta, dia 12, reforçará o efetivo de atendimento.

Por: Sílvia Freire e REnata Baptista

veja também