MENU

Sabesp diz que vai pagar prejuízo de moradora após vazamento de água

Sabesp diz que vai pagar prejuízo de moradora após vazamento de água

Atualizado: Sexta-feira, 9 Dezembro de 2011 as 1:28

A Sabesp informou que irá pagar os prejuízos sofridos por uma moradora que teve sua casa atingida pela água que vazou após o rompimento de uma adutora na região do Pacaembu, Zona Oeste de São Paulo. Por mais de três horas a água que saía do asfalto jorrou sem parar, formando um jato d’água na rua. A água atingiu imóveis da região. Os moradores também querem saber por que houve tanta demora para o controle do problema.

Anselmo Martinez é o vigia da rua e estava trabalhando quando o vazamento começou. Ele disse que ligou para a Sabesp pela primeira vez às 2h20. Entretanto, por volta das 6h30, a água continuava jorrando. Com tanta pressão, a água invadiu uma casa da região – entrou em todos os cômodos. Nem os quartos da parte de cima escaparam da inundação. “Eu pessoalmente liguei para a Sabesp às 5h, depois às 6h e ela chegou agora, às 8h”, contou a mulher. "O que adianta o governo, a Prefeitura, a nação fazer uma campanha para economia de água se a gente não tem um retorno imediato quando acontecem esses acidentes? Eu perdi tudo aqui, porque o jato d'água é muito forte."

Por volta das 9h, o vazamento ainda seguia, mas em menor quantidade. Segundo a Sabesp, houve o rompimento de uma rede de 15 centímetros. Foram dois furos na rede de distribuição de água. Segundo a companhia, será necessária a substituição de parte da tubulação.

Por causa do rompimento, um trecho da Rua Almirante Pereira Guimarães foi interditado no sentido Pinheiros, o que deixou o trânsito complicado durante a manhã. Alguns imóveis ficaram sem abastecimento de água.

Apesar de imagens feitas às 6h30 não mostrarem equipes da Sabesp no local do vazamento, a empresa disse que enviou funcionários para a rua afetada às 3h, quando disse ter recebido o primeiro chamado.          

veja também