MENU

Sacoleiros têm nova estratégia para viajar com mercadorias do Paraguai

Sacoleiros têm nova estratégia para viajar com mercadorias do Paraguai

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 3:20

A Receita Federal de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, descobriu a nova estratégia que os sacoleiros, que fazem compras no Paraguai, têm para o transporte de mercadorias contrabandeadas. Com os baixos preços das passagens, os contrabandistas enchem a bagagem de mercadorias sem nota fiscal e viajam de avião.

No aeroporto de Foz do Iguaçu, todas as bagagens passam pelo aparelho de raio-x, mas os funcionários revistam apenas os volumes que geram desconfiança. As mercadorias encontradas sem nota fiscal no aeroporto são apreendidas. A declaração de importação pode ser feita apenas na aduana na fronteira do Brasil e o Paraguai.

Até agora em 2011, a polícia apreendeu mais de 500 mil dólares em mercadorias sem nota fiscal. Ano passado, no mesmo período, foram 450 mil dólares em apreensões. E em 2009, foram 150 mil dólares em produtos trazidos do país vizinho sem nota fiscal.      

veja também